Renzo Devia: “A ideia é que tenhamos o Sulamericano a cada ano”

0
44

Brasil, Colômbia e Chile são os pioneiros na realização do 1º Sulamericano de Futebol Americano, que acontece no Distrito Federal. As seleções estão ansiosas para poder medir suas forças e, ao mesmo, mostrar para seus países que o esporte está em bom nível de desenvolvimento.

Além disso, o head coach Renzo Devia, da Colômbia, também destacou um aspecto muito importante, e que, nós do FABR, também apontamos como o que acaba ficando para todos: “Temos que nos divertir, porque, no final, são esses momentos especiais que vamos levar. Claro, queremos ganhar, mas no final, são as experiências, as relações que vamos criar com Brasil e Chile, é isso que vale mais, e continuar essa relação”.

Assista à íntegra da entrevista do head coach da Colômbia em nosso YouTube

> Igor Mota: Brasil pode ser o catalisador do crescimento do FA na América do Sul

> Com 20 anos de futebol americano, Heron Azevedo avalia o Sulamericano

> A hipermaratona de Victor Quintas

> Brian Guzman: Sul-americano é uma reativação rumo ao próximo Mundial

1º Sulamericano de Futebol Americano

A primeira e tão aguardada edição do Sulamericano de Futebol Americano Masculino acontece no Distrito Federal nesta semana. O local é o Estádio Chapadinha, em Brazlândia (DF).

Originalmente com jogos na terça (28), quinta (30) e sábado (2), os jogos passaram para quarta (29), sexta (1) e sábado (2):

  • Quarta (29/11) Chile x Colômbia, às 18h
  • Sexta (1/12) Brasil x Colômbia, às 18h
  • Sábado (2/12) Brasil x Chile, às 18h

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorBrian Guzman: Sul-americano é uma reativação rumo ao próximo Mundial
Próximo artigoGonzalo Cataldo: “Queremos saber onde estamos e onde queremos chegar”
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here