Brasil quebra recordes contra a Colômbia no Sul-americano

3
207
Heron Azevedo, jogador de futebol americano da Seleção Brasileira, ajoelhado
Heron Azevedo, wide-receiver do Brasil, bate recorde pela Seleção Brasileira durante Sul-americano de futebol americano Foto: Richard Ferrari

A estreia no Sul-americano de Futebol Americano não poderia ser melhor. O Brasil Onças derrotou a Colômbia por 56 a 00, maior pontuação já feita por nossa Seleção de Futebol Americano em uma única partida. E o jogo ainda foi marcado por um outro recorde: Heron Azevedo fez seu sétimo touchdown e tornou-se o artilheiro das bolas recebidas na endzone.

O jogo

A partida realizada no Estádio Chapadinha, em Brazlândia (DF) foi totalmente controlada pelo Brasil. Após uma primeira campanha do ataque colombiano sem nenhum avanço, o ataque do Brasil Onças entrou em campo e, em sua primeira jogada, o quarterback Romário Reis fez um passe longo em direção a endzone, com recepção de Bernardo Horevitch, anotando os primeiros seis pontos do time da casa no Sul-Americano. O kicker Aranha converteu o extrapoint.

O Brasil Onças não diminuiu o ritmo e ainda anotou mais três touchdown no primeiro quarto. O primeiro deles aconteceu com uma boa corrida pelo meio do running back Maranhão. Logo depois foi a vez de uma corrida mais curta, já na redzone adversária, com Lucas Adolfo. E após um fumble recuperado, Romário Reis resolveu ele mesmo com uma corrida curta. Os três extrapoints foram convertidos por Diego Aranha.

No segundo quarto, o Brasil Onças diminuiu um pouco o ritmo, mas ainda conseguiu anotar mais um touchdown antes de ir para o intervalo. O quarterback Álvaro Fadini deixou a bola com o running back Lucas Adolfo no campo de defesa, e ele atravessou o campo até a endzone e ampliou a vantagem. Aranha converteu mais um extrapoint.

Na volta do intervalo teve mais touchdowns do Brasil Onças. Fadini deu um bom passe no meio da endzone para Lucas Mendes anotar o touchdown dele. No início do último período, Romário Reis deu um bom passe em direção a endzone para recepção de Heron Avezedo, que entrou para a história da seleção chegando a sete touchdowns recebidos. E ainda houve tempo para uma corrida impressionante do jovem Wallace Kamara. Novamente, Aranha converteu todos os extrapoints.

Compacto da partida: inscreva-se em nosso YouTube

Mais sobre o Sul-Americano

> Igor Mota: Brasil pode ser o catalisador do crescimento do FA na América do Sul

> Com 20 anos de futebol americano, Heron Azevedo avalia o Sulamericano

> A hipermaratona de Victor Quintas

> Brian Guzman: Sul-americano é uma reativação rumo ao próximo Mundial

> Gonzalo Cataldo: “Queremos saber onde estamos e onde queremos chegar”

> Colômbia faz história e derrota Chile na abertura do Sul-Americano

Entrevistas pós-jogo: inscreva-se em nosso YouTube

O que vem por aí?

A seleção brasileira voltará a campo amanhã, contra o Chile, encerrando o Sul-Americano. Em caso de vitória, a equipe garante o título da competição.

A partida entre Brasil e Chile será no Estádio Chapadinha, neste sábado (02) em Brazlândia, com transmissão ao vivo no canal da CBFA no YouTube.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHeron recordista: “É uma alegria de poder estar aqui e fazer história”
Próximo artigoBernardo Horevitch: Sem reclamação para a aclamação na Seleção
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here