Após 13 anos de Brown Spiders, Luan Tuleski deixa a equipe a acerta com o Guardian Saints

0
502
Tuleskinho fez 13 temporadas com a equipe tem um título de Pinhão Bowl no currículo

Desde 2009 envolvido com o Brown Spiders, Luan Tuleski, ou Tuleskinho para os mais próximos, deixa a equipe ao fim da temporada 2022. Seu destino é o Guardian Saints, também de Curitiba.

O garoto que começou com 13 anos como waterboy, por ainda não ter idade para começar a treinar, passou por vários momentos e viveu o Brown Spiders com a família. Romulo e Tiago Tuleski, Guilherme e Matheus Luz são primos do atleta e parte da família Tuleski-Luz, que fez parte da diretoria do Brown Spiders desde a época da primeira partida full-pads no país. É por influencia deles que Luan Tuleski Luz começou a se envolver com o esporte.

Pelos aracnídeos, Tuleskinho esteve em seis Paraná Bowls (09, 11, 13, 17, 19 e 22) e conquistou o Pinhão Bowl em 2018, além da BFA Acesso em 2019.

“Acho que foi tanto tempo já, tantas coisas vividas” comenta Tuleskinho, sobre sua decisão em deixar o Brown Spiders. “Achei que uma mudança de ares, novos desafios, fossem acender de novo a chama do FA em mim”.

O atleta anunciou a sua saída da equipe em suas redes sociais no dia 21 de dezembro. A reportagem apurou que entre as equipes interessadas no atleta estariam os campeões nacionais Timbó Rex e Coritiba Crocodiles. Em contato com o Croco, um representante informou que “não houve contato oficial” entre o atleta e a equipe e que o Croco “está sempre aberto para novos jogadores via work out“. Já o Rex afirmou ter entrado em contato durante a semana após o anuncio da saída do atleta. Porém, nada foi acertado.

O martelo foi batido, porém, pelo Curitiba Guardian Saints.  “Recebi algumas propostas, de clubes com mais história, mais títulos, mas escolhi o Saints pelo projeto” conta. A equipe foi vice-campeã do Brasileirão D2, da CBFA, este ano com uma excelente campanha, além de chegar à semifinal do Pinhão Bowl no primeiro semestre. “Me apaixonei” comenta o atleta em relação ao projeto dos Santos Guardiões.

Posicionamento em campo

Tuleskinho iniciou a carreira jogando como defensive back, mas tem experiência em várias posições, tanto de ataque como defesa, tendo terminado a temporada 2022 como recebedor. Até em razão dessa versatilidade, o head coach do Saints, Vinícius Mattos, evita falar onde o atleta deve atuar. “Ele vai atuar no ataque mas sobre posição ainda vamos deixar em off, esperar começar a pré-temporada para divulgar onde ele irá jogar” comenta. “Eu já sei”, pontua.

Outro ponto que pode ser positivo é que a dupla já se conhece de outros projetos. Ambos foram coaches do Curitiba Silverhawks e trabalharam com as quarterbacks, além de treinarem juntos a seleção estadual sub 20.

Vale ressaltar que o Saints possui um quadro de recebedores de qualidade que fizeram grande temporada na campanha do vice campeonato nacional do Brasileirão D2, como Machado e Lopes. Ainda assim, a expectativa da comissão técnica é que o reforço de 26 anos eleve ainda mais o nível do setor. “Ele é um cara com bom Football IQ e pode se desenvolver mais ainda dentro do sistema” analisa Mattos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here