Galo FA derrota Almirantes e conquista a Liga BFA

4
203
Galo FA conquista seu segundo Brasil Bowl, desta vez em Itajaí, ao derrotar o Almirantes Foto: Richard Ferrari

Em partida aberta até o último snap, o Galo FA conquistou o título da Liga BFA 2023 neste sábado (16) ao derrotar o Almirantes pelo placar de 21 a 14 e quebra o “tabu” após cinco torneios nacionais sem sucesso. Incluindo o campeonato de 2017 ainda sob a marca Cruzeiro, o time se junta ao rol de tricampeões nacional juntamente com Crocodiles, Espectros e T-Rex.

O jogo

A partida começou com as duas defesas fulminantes, com o Almirantes anulando o ataque comandado por Lucas Caravita em three and out em sua primeira campanha. No entanto, o time mineiro foi ainda mais letal em sua primeira participação, com o defensive back Victor Chamone forçando fumble sobre o quarterback Luis Bassani na linha de 9 jardas do próprio campo.

Em seguida, capitalizando a ótima posição de campo, Caravita acionou Vitor Vilaça em passe na endzone para abrir o marcador com o primeiro touchdown no Barroso – 7 a 0 após o chute extra de Lucas Valente.

Conseguindo se manter em campo na nova campanha, o time catarinense alcançou a metade do campo contando com o jogo corrido de André “Nazgul”, mas os ajustes da defesa mineira cercaram novos avanços e o time catarinense devolveu a bola em punt.

E dessa vez foi a defesa do Almirantes que forçou turnover, com Luis Polastri em fumble sobre Caravita, recuperando a posse também em ótima posição de campo para seu ataque.

Após novos avanços de Nazgul, foi Irvin Riley que entrou na endzone após bela jogada ajustando sua corrida ao posicionamento da defesa mineira. Com o chute extra errado, o placar ficou em 7 a 6 pro Galo.

Novamente em campo, a unidade comandada por Caravita conseguiu bons avanços com duas conversões de terceira descida, mas foi parada quando alcançou o campo de ataque e saiu sem pontuar após field goal errado.

O mesmo aconteceu em seguida com o time catarinense, que chegou próximo da redzone após boas recepções de Ronan Candido.

No entanto, saiu de campo após interceptação sobre Bassani, que ainda contou com “requintes de crueldade”, novamente com Chamone, desta vez retornando até a endzone com o touchdown em pick six, aumentando a vantagem para 14 a 6 após o chute extra.

Após novas boas intervenções das defesas, forçando novos three and outs, o placar permaneceu inalterado até o intervalo.

No começo do terceiro período, a defesa mineira novamente subiu o paredão e forçou three and out. Com o chute de punt curto, o ataque voltou a campo em ótima posição e entrou novamente na endzone em QB sneak de Caravita – 21 a 6 após o chute extra.

Com duas posses atrás no placar, a equipe catarinense via o relógio começar a ser outro adversário, mas a nova campanha de ataque novamente se encerrou em punt.

No entanto, as esperanças do Almirantes permaneciam fortes com a defesa forçando three and out logo em seguida.

E o ataque comandado por Bassani desta vez correspondeu, com boa variação de passes e corridas que alcançou o segundo touchdown da equipe, em QB sneak que deixou o marcador em 21 a 14 após a conversão de dois pontos com Ronan Cândido.

 

Colocando mais fogo em campo, novo three and out forçado pelo Almirantes deixou a partida ainda mais quente.

No entanto, coube ao Galo praticamente cravar o resultado final da partida forçando turnover on downs em campanha do Almirantes que chegava próximo à redzone.

Com seu ataque novamente em campo, um firstdown aproximou ainda mais a equipe do título.

E apesar do Almirantes novamente ter uma oportunidade no ataque, a posse de bola com as costas na parede e apenas oito segundos no relógio, inviabilizou a tentativa de virada, e o Galo se sagrou novamente campeão nacional, após os títulos de 2017 e 2018.

> Confira tudo sobre a Liga BFA em nossa página especial

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here