Sorriso Hornets e Timbó Rex em duelo inédito pela vaga no Brasil Bowl

0
106
Hornets conta o mando de campo para impulsionar seu desempenho - Fotografia: Leandro Strada - @leandrostrada

O primeiro finalista da Liga BFA 2022 será conhecido neste sábado (29) no confronto entre Sorriso Hornets e Timbó Rex. Os campeões das Conferências Centro Oeste e Sul, respectivamente, nunca se enfrentaram na história. Com desempenho mais equilibrado nas duas últimas partidas, o time mato-grossense busca surpreender os catarinenses, que chegam a esta etapa semifinal invictos.

Em busca de mais uma marca histórica

Como o head coach Mauricio Pechina citou em recente Hangout do Salão Oval, se tornou “clichê”, mas é inevitável novamente indicar que o Hornets está diante da partida mais importante da sua história. Primeiro, a vitória contra o Tubarões do Cerrado marcou a inédita conquista da Conferência Centro Oeste da Liga BFA. Depois, com o triunfo diante do Lobo Vingador no wildcard nacional, a inédita classificação às semifinais da competição. Agora, diante do Timbó Rex, a possibilidade de alcançar o Brasil Bowl. Marcas históricas no terceiro ano em que a equipe disputa a primeira divisão.

Em busca de mais uma façanha, a equipe contará mais uma vez com o apoio da torcida, e Pechina destaca a mobilização local. “É o jogo no qual a cidade está mais mobilizada. Desde o recruta do sub aos servidores da Secretaria de Esportes, todos estão na expectativa de um grande jogo. Todos estão conscientes da grandeza desse jogo”.

Questionado sobre a evolução do time durante o torneio, em que começou com desempenho abaixo daquele observado nos últimos dois confrontos, Pechina aponta que a partida contra o Galo (derrota por 53 a 0) marcou mudança na mentalidade do grupo. “O grupo amadureceu bastante … e vem atuando de maneira mais segura jogo a jogo.”

Por fim, Pechina resume o estudo para a partida contra o T-Rex e indica alguns nomes que podem ser decisivos para o triunfo. “A preparação pro jogo consistiu em analisarmos o adversário, suas potencialidades e fraquezas. Sabemos que o Rex tem um jogo corrido muito forte, uma defesa bastante versátil e especiais muito qualificados. […] Acredito que no ataque o Thomas Kudyba, Adner Sanchez e Leonardo Silveira deem bastante trabalho à defesa do Rex. Por outro lado, na nossa defesa podem esperar um grande jogo do Mateus Henrique, Bailey, Baby e Higão”.

Equipe timboense busca alcançar a quinta final nacional – Fotografia: Richard Ferrari – @ferrarichard_photo

“Fazer o que deve fazer”

Mais de 1.700 km em linha reta separam Timbó-SC de Sorriso-MT, marcando a viagem mais longa da equipe catarinense em sua história. E o caminho em busca do título da Liga BFA 2022 é parecido com aquele percorrido pelos “tiranossauros” em sua última conquista nacional, quando nessa mesma fase semifinal enfrentou o Arsenal em Cuiabá-MT pela Superliga 2016.

Breno Takahashi, coordenador ofensivo da equipe, indica que houve a condição de realizar a viagem (ao menos até Sinop-MT, a 90 km de Sorriso) por via aérea. “A gente conseguiu vir de avião, o que facilitou muita coisa, mas ainda é uma logística muito difícil por se tratar de uma cidade muito distante. Então pega vôo, vôo atrasa, quem sai de madrugada de casa não dorme…”

Instigado sobre o maior tempo de construção do elenco em relação ao adversário, que, por exemplo, teve a chegada do quarterback Tommy Kudyba às vésperas da BFA, Takahashi pondera: “Bom, esse ano a gente também vem fazendo uma campanha de reconstrução. Muitos atletas novos, e apesar de ano passado termos alguns deles, não era uma temporada competitiva. Então esse ano a gente teve muitos altos e baixos para implementação especialmente do ataque.”

Takahashi também detalha o desenvolvimento das unidades de ataque e defesa do time: “Eu assumindo como coordenador ofensivo também tive que conseguir adaptar e dar um ritmo diferente para uma posição que eu não estava acostumado a fazer. Hoje o time está muito coeso, e a defesa nem se fala… Acho que ela vem mostrando um trabalho bem dominante desde o ano passado, mas o ataque vem aos poucos engrenando e mostrando que pode ser um dos melhores que o Rex já teve também.”

A respeito do adversário na semifinal, Takahashi indica pontos fortes e fatores que deverão decidir o confronto. “O time do Sorriso é muito bom, com bons jogadores, atléticos em muitas posições. Então a gente acredita que os detalhes vão ser decisivos nessa partida. A execução das jogadas, dos especialistas, se manter no game plan, na estratégia que a gente vai tomar nesse jogo”.

Por fim, Takahashi reconhece que a inexperiência de grande parte deles em fases mais agudas de competição nesse nível pode “mexer” com os atletas, mas que a preparação até aqui será o fator mais importante no duelo: “Depois do primeiro apito, depois da primeira pancada, o pessoal vai fazer o que deve fazer”.

Serviço: Sorriso Hornets x Timbó Rex
Local: Estádio Egídio José Preima, em Sorriso (MT)
Data e Horário: Sábado, 29 de Outubro, às 18:00 Local / 19:00 Brasília
Ingressos: R$ 10,00 na Meia Solidária com 1 kg de Alimento – Link

> Confira tudo sobre a Liga BFA 2022 em nossa página especial

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here