NFL no Brasil: VP da NFL Internacional fala dos desafios logísticos da partida

0
42
Dirigentes da NFL, Corinthians e SPTuris marcam o anúncio do jogo entre Eagles e Packers na Arena Corinthians. Foto: Victor Francisco / Salão Oval
Dirigentes da NFL, Corinthians e SPTuris marcam o anúncio do jogo entre Eagles e Packers na Arena Corinthians. Foto: Victor Francisco / Salão Oval

Finalmente sabemos quem é o adversário do Philadelphia Eagles no histórico primeiro jogo da NFL no Brasil. Depois de algum suspense, foi confirmado que o jogão será contra o Green Bay Packers. Mas para trazer o jogo para o outro lado do mundo, será que houve resistência dos times que, em vez de viagens de apenas duas ou três horas nos EUA, terão que gastar 9 ou até mais horas para chegar ao Brasil?

O VP Sênior da NFL Internacional, Gerrit Meier, respondeu ao Salão Oval que não: “O posso dizer é que todos os times apoiam muito todas as nossas iniciativas internacionais”. Para que fosse possível o jogo no Brasil, foram feitos estudos das possibilidades não só logísticas, mas também do calendário. A experiência dos jogos na Europa (Inglaterra e Alemanha) foi essencial para a expansão para o Brasil, que vai marcar o primeiro jogo inaugural de uma temporada a ser realizado em um sexta-feira (6 de setembro), após mais de 50 anos de liga.

Sobre haver mais jogos no Brasil, nos próximos anos, Gerrit respondeu que a NFL está concentrada agora em realizar o jogo de 2024 e que nada está fechado ainda. Mas em todos os países em que a Liga chegou, ela sempre voltou.

A vontade da Prefeitura de São Paulo, de Ricardo Nunes, e da SPTuris, na gestão de Gustavo Pires, é haver mais um jogo em 2025 e, a partir de 2026, dois jogos da NFL no Brasil.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFortaleza Tritões anuncia reforços para disputa da Liga BFA
Próximo artigoCris Kaji: “Nunca se falou tanto de futebol americano no Brasil”
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here