Hornets derrota Arsenal e vence Conferência Centro-Oeste

0
118
O wide-receiver Adner Sanchez fez um touchdown e foi eleito o MVP da final da Conferência Centro-Oeste, vencida pelo Sorriso Hornets em cima do Cuiabá Arsenal Foto: Leandro Strada

A relação entre Cuiabá Arsenal e Sorriso Hornets, superficialmente, pode ser pensada entre Criador x Criatura. Afinal, o Arsenal é um dos times mais antigos do Brasil, o pioneiro no Mato Grosso e bicampeão nacional (2010 e 2012). Mas tomando em conta os enfrentamentos entre Sorriso Hornets e o time da capital do Mato Grosso, essa impressão acaba muito rápido. A vitória deste sábado (28) pela final da Conferência Centro-Oeste entre as duas equipes foi a nona do time de Sorriso em um total de 11 enfrentamentos.

Com mais investimentos, uma equipe com jogadores e staff técnico vindos de várias partes do país (e também de outros países), ao longo do tempo, o Hornets claramente tornou-se o time mais forte do Mato Grosso e comprovou isso no triunfo de 22 a 13 contra o tradicional Arsenal.

O jogo

O time da casa abriu o placar após falha da equipe de especialistas do Arsenal, com bad snap no punt e bola recuperada pelo defensive back Mateus Honório para touchdown – 6 a 0 no placar sem a conversão de dois pontos. No final do primeiro período, a equipe visitante virou o placar em quarterback sneak do veterano “Dandan” Pereira e extrapoint convertido – 7 a 6 Arsenal.

No segundo período, nova virada no marcador após longo passe de Caio Leal para touchdown de Adner Sanchez e conversão de dois pontos em novo passe certeiro de Leal – 14 a 6 para os anfitriões. Já dentro dos dois minutos, o Hornets ampliou em jogada muito parecida, já na redzone – passe rápido de Leal para Bob Ligeiro e avanço pelo meio. O Hornets foi novamente para os dois pontos usando o passe no meio e conseguiu o 22 a 7.

O Arsenal diminuiu no terceiro quarto. Após um punt ruim do Hornets, o Arsenal já começou atacando da jarda 21 do ataque. Com corridas, o time da capital chegou à endzone com o craque Igor Mota. Sem o ponto-extra, o placar foi a 22 a 13 e permaneceu assim até o apito final do referee Humberto Ventura.

O que vem por aí?

O Hornets agora irá até a capital do Amazonas para encarar o Manaus FA no wildcard nacional. O vencedor pega o campeão da Conferência Sudeste (Galo ou Cruzeiro) na semifinal nacional. A outra semifinal será definida entre os campeões do Nordeste e do Sul.

> Saiba tudo sobre a BFA em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPlacar FABR – 28 e 29 de outubro
Próximo artigoTritões garante alegria em Fortaleza e vai para a final
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here