Galo bate Cruzeiro para conquistar tetra do Sudeste na BFA

1
140
Mais uma taça para o Galo FA: ao derrotar o Cruzeiro FA, o alvinegro sagra-se tetracampeão da Conferência Sudeste da BFA Foto: Divulgação Galo FA

O Galo Futebol Americano se sagrou tetracampeão da Conferência Sudeste na tarde-noite deste sábado (11), ocorrido no Centro de Treinamento Esportivo. O alvinegro venceu o rival Cruzeiro FA por 27 a 0. Foi a primeira vez que ambas as equipes se enfrentaram em uma competição no âmbito nacional. Decidindo playoffs rumo à semifinal do Brasil Bowl. Já na semifinal, o Esquadrão pegará o Sorriso Hornets (campeão do Centro-Oeste), que derrotou o Manaus FA (campeão do Norte) no wildcard nacional.

O jogo

O primeiro drive da equipe atleticana resultou em uma campanha corrida com a bola, movendo as trincheiras e gastando o cronômetro. O jogo corrido assim prevaleceu. Já em território perigoso, Lucas Caravita acionou Lucas Vilaça em jogada aérea para abrir o marcador alvinegro – 7 a 0.

Em seguida, o Cruzeiro começou a sua campanha sendo barrado pela defesa alvinegra. Em virtude de algumas faltas ocasionadas pela equipe celeste, o time ficou em situação de terceira para 12 jardas e devolveu a posse de bola ao adversário. Stutz, linha defensiva, gerou um 3-and-out para o Esquadrão.

No segundo quarto, o ataque cruzeirense tentou novo avanço em seu primeiro drive do segundo período. Schor interrompeu, em um tackle for loss. Durante o segundo quarto de partida ambas as defesas tiveram bom trabalho — a equipe celeste barrou as trincheiras atleticanas quanto ao jogo terrestre, forte arma da equipe. A morosidade foi quebrada no passe de Caravita para Vilaça, que fintou três e correu livre para a endzone, ampliando o marcador para 14 a 0.

A equipe visitante tentou trabalhar mais com as rotas curtas e laterais. O time celeste teve bom desempenho terrestre e chegou a redzone, mas Stutz parou o avanço em um tackle for loss. Na última tentativa celeste, Moraes interceptou e deixou o alvinegro em boa posição de campo. O quarterback atleticano procurou o fundo e conectou o polivalente Ryan David, para ampliar o marcador a 21 a 0 Galo FA.

O jogo ficou truncado após o Esquadrão abrir três posses de bola frente ao rival local. A Raposa tentou sua primeira investida terrestre; ineficiente, o Esquadrão voltou ao ataque já com C.J Howard, o quarterback americano do alvinegro — logo após um 3-and-out celeste.

A estratégia do time mandante era jogar com o auxílio do relógio. O jogo tornou-se mais físico e o Galo FA forçou uma quarta descida, ocasionando um turnover-on-downs. Apesar da ineficiência atleticana, o Cruzeiro não aproveitou, devolvendo a posse de bola após bom trabalho defensivo do oponente. No retorno do punt, Ryan David chegou a linha de três jardas. Na corrida, Ariel recebeu a bola das mãos de Howard e consagrou a equipe ao colocar 27 a 0 no placar. Lucas Valente, dessa vez, errou o ponto-extra.

Nos 12 minutos finais, a secundária atleticana foi eficiente parando a equipe cruzeirense. Com muitas faltas, o jogo se arrastou até o apito final, que consagrou o Galo tetracampeão da Conferência Sudeste.

> Confira tudo sobre a BFA 2023 em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEm partida memorável, Almirantes conquista a Conferência Sul da BFA
Próximo artigoPlacar FABR – 11 e 12 de novembro
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here