Caçadores dá troco em Tritões e encara Espectros na semifinal

1
122
O quarterback americano Orin Bridgeforth foi o destaque da vitória do Caçadores sobre o Tritões Foto: Stephan Eilert

Uma chance de revanche quase instantânea que o Ceará Caçadores não desperdiçou. Há duas semanas, o tradicional time de Fortaleza foi derrotado por um ponto pelo novato na elite. Hoje, em partida do wild card da Liga BFA 2022, o troco veio em um placar de 23 a 13 e a vaga na semifinal para encarar o atual campeão brasileiro, o João Pessoa Espectros.

O jogo

O Caçadores começou o jogo mostrando que estava mordido com a derrota no jogo anterior. Simplesmente, o time tentou um onside kick e obteve sucesso na recuperação da bola. A campanha, que chegou até a jarda 10, acabou em um fumble forçado e recuperado em cima do quarterback americano Orin Bridgeforth.

O Tritões no entanto, também não conseguiu pontuar em sua campanha, com a defesa mandante impedindo o avanço ao campo de ataque. A tônica das defesas dominantes permaneceu em todo período.

No segundo período, o Caçadores chegou até a redzone, mas teve que se contentar com um field goal para abrir o placar. João Pedro garantiu os três pontos.

O Tritões respondeu com uma campanha corrida, com destaque para o trator Gabriel Farias. No entanto, o touchdown saiu em um passe do quarterback Raileigh Jones para Lucas Miranda, que escapou de três tackles como se fora um americano e chegou à endzone. Jonathan Mutter confirmou o ponto-extra: 7 a 3 Tritões.

O Caçadores tomou a dianteira antes do intervalo com o seu primeiro touchdown no jogo. Em um fake muito bem coordenado, o Bridgeforth lançou para 35 jardas na endzone com o wide-receiver Wallace. João Pedro acertou o chute e o placar foi a 10 a 7.

Na volta do intervalo, mais uma virada. O Tritões abusou do jogo corrido para chegar até a linha de gol. Com boa atuação da defesa do Caçadores, o Tritões foi forçado a ir para o field goal, que foi desperdiçado por Mutter – seu primeiro erro na temporada.

Sem alterações no placar no terceiro quarto, as emoções ficaram para os 12 minutos regulamentares finais. Em uma quarta descida na linha de gol, a dobradinha entre Bridgeforth e Wallace funcionou mais uma vez – o ponto-extra de João Pedro foi bloqueado: 16 a 7 no placar para o Caçadores.

O Caçadores teve uma nova oportunidade e ampliou o placar com a corrida de Iuri Ehrich. O ponto-extra, desta feita, foi confirmado por João Pedro – 23 a 7 para o Caçadores.

Já dentro dos dois minutos finais, o Tritões conseguiu diminuir na insistência de Rayleigh Jones, que correu pela lateral e passou a bola pelo lado de dentro do pylon. O Tritões tentou a conversão de dois pontos, sem sucesso. No desespero, faltando 25 segundos, o time tentou um onside kick, sem sucesso. Placar final: 23 a 13, Caçadores.

Assista aos touchdowns da partida no nosso YouTube:

O que vem por aí?

O Tritões participou pela primeira vez da elite da BFA e conseguiu sua primeira passagem aos playoffs. O Caçadores irá enfrentar novamente o João Pessoa Espectros, atual campeão da BFA.

> Saiba tudo sobre todas as edições da BFA em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPlacar FABR – 10 e 11 de setembro
Próximo artigoAlmirantes derrota Bulls fora de casa nos playoffs da BFA Sul
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here