Brasil confirma favoritismo e domina Sul-Americano de Flag

1
239
Foto: Grasiela Gonzaga/Flag Football Brasil

A seleção brasileira fez valer seu favoritismo e foi campeã absoluta em casa. No último domingo (4), o Brasil levantou o troféu do 1º Campeonato Sul-Americano de Flag Football 5×5 tanto no feminino quanto no masculino. As conquistas em ambas as categorias, inclusive, vieram em campanhas invictas.

O torneio foi realizado em Itapecerica da Serra, na zona metropolitana de São Paulo. A cidade é a sede da Confederação brasileira de Futebol Americano (CBFA), vem incentivando a modalidade e também assumiu protagonismo ao realizar a competição inédita na América do Sul.

Brasil, Argentina, Chile, Colombia e Uruguai entraram em campo visando o título. Além da seleção brasileira, apenas argentinos e chilenos competiram nas duas categorias. A Colômbia disputou apenas com o time feminino, enquanto os uruguaios vieram somente com o masculino.

Com os triunfos, o Brasil encerra o ano de 2022 em grande estilo. As seleções nacionais, agora, focam a preparação para o Intercontinental no ano que vem, torneio que servirá como classificatório para o próximo Mundial de Flag Football – na Finlândia, em 2024.

Seleção feminina amassa

Atual quarta melhor do mundo, a seleção feminina dominou o Sul-Americano. Ao todo, foram 204 pontos marcados e apenas 12 sofridos em cinco jogos disputados. Com exceção da decisão, as brasileiras passaram ilesas em todos os outros compromissos.

Após passar o trator na fase de grupos – vencendo o Chile por 54 a 0, a Colômbia por 49 a 0 a Argentina por 42 a 0 –, a equipe comandada pela head coach Victoria Guglielmo também foi implacável no mata-mata. Na semi, nova vitória diante das argentinas, marcando 25 pontos e não sofrendo nenhum mais uma vez.

A grande final, contra a Colômbia, foi vencida por 34 a 12. As brasileiras sofreram pontos pela primeira vez no torneio, mas garantiram o caneco da competição de forma impiedosa.

Seleção masculina se impõe

O time masculino brasileiro também teve um excelente desempenho e deixou sua marca no Sul-Americano. Comandados por Heitor Medeiros, os brasileiros avançaram sem dificuldade na fase de grupos. Vitória por 45 a 12 diante do Uruguai, no primeiro jogo, e depois outros triunfos por 46 a 13 contra os argentinos e por 30 a 12 sobre o Chile.

Os uruguaios foram os adversários na semi e sofreram outra derrota elástica, por 38 a 6. Na grande final, contra os argentinos, a seleção masculina teve o primeiro duelo  equilibrado. O título, no entanto, não escapou das mãos do Brasil. Vitória por 35 a 33 no segundo torneio internacional da equipe – o primeiro foi o 17º lugar no Mundial de Israel.

Sul é o campeão do Brasil

Além do torneio entre os países, a CBFA organizou um torneio entre as seleções regionais masculinas. As equipes das cinco regiões do país, além do time da categoria de base, disputaram entre si um título simbólico.

A seleção do Sul foi a grande vencedora do campeonato interno ao vencer a Sudeste na final.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here