Wildcard: Foz Black Sharks vs Londrina Bristlebacks (OT)

    0
    353
    x

    Detalhes

    Data Tempo Liga Temporada
    15/05/2016 09:00 Campeonato Paranaense (Playoffs) 2016

    Rever

    Portal Punt (por Leonardo Siqueira)

    Matéria Orginal: punt.com.br/2016/05/15/bristlebacks-avancam-semifinal

    Os estreantes de Londrina viajaram até Foz do Iguaçu neste domingo (15/05) para enfrentar os tradicionais Black Sharks, em jogo que valia vaga na semifinal do Campeonato Paranaense de Futebol Americano. O vento forte foi apenas um dos fatores que influenciaram a partida, que terminou com vitória do Bristlebacks por 17 a 14.

    Mandantes e mais experientes, os Sharks tomaram a iniciativa do jogo e pontuaram logo na primeira posse de bola, com #5, Ruben Gustavo Hernandez Arrieta. Os visitantes tentaram dar a resposta a posse seguinte, mas pararam na forte defesa dos tubarões, que seguraram o avanço a menos de uma jarda daendzone .

    Novamente o ataque do Bristlebacks parou na excelente defesa iguaçuense, dessa vez com umainterceptação do #22, Damião da Silva,  que deixou os tubarões dentro da redzone . Não demorou para que o ataque pontuasse novamente e deixasse a partida em 14 a 0. Com o segundo quarto perto do fim e a diferença de duas posses de bola, os Bristlebacks precisavam de boas jogadas de sua defesa, e foi exatamente o que aconteceu. Após um punt bem efetuado, os Sharks ficaram da linha de uma jarda e, após forçar um fumble ,  a defesa visitante recuperou a bola dentro da endzone para anotar o primeiroTD do que seria a virada (xp no good, 14 a 6).

    No terceiro quarto, o vento forte protagonizou uma jogada um tanto bizarra: quando o punter dos tubarões executou o chute, o vento empurrou a bola novamente para suas mãos. Com isso, o ataque visitante começou sua campanha da linha de 9 jardas de ataque. Porém, novamente, foi parado pela defesa do Sharks, que forçou um field goal e conseguiu bloquear o chute, mantendo o placar em 14 a 6.

    Mesmo com as boas jogadas de sua defesa, o time de ataque do Sharks parecia nervoso. Unindo isso à um bom trabalho de sua defesa, o Bristlebacks foi minando todas as tentativas de avanço dos mandantes, forçando fumble s e erros em quarta descida.

    Aproveitando o bom momento de sua defesa e o momento do jogo completamente favorável, o ataque londrinense anotou um touchdown no início do último quarto, com uma corrida do #23,  Fernando Aparecido Leite, e uma conversão de dois pontos, empatando a partida. Novamente, as defesas tiveram atuações incríveis e seguraram o empate até o fim do tempo regulamentar, levando o jogo à prorrogação. O Bristlebacks teve a primeira posse de bola e anotou um field goal, abrindo a vantagem no placar.  Na sequência,  a defesa dos Javalis segurou os avanços do Sharks e garantiu a vitória.

    Emerson Digão, denfensive lineman do Black Sharks, foi duro nas críticas à sua equipe. “O jogo de hoje foi um reflexo da nossa temporada, em alguns jogos nosso ataque não produz. Um ataque que passe dois jogos com zero no placar não é um time que merece chegar na semifinal” frisou. Mesmo assim, o atleta, que também é um dos diretores da equipe, elogiou os adversários. “Mérito do Bristlebacks, que jogou muito bem e jogou limpo o jogo todo”, diz.

    Já o capitão dos linebackers londrinenses, Junior Bellafronte, comentou sobre o fato do Bristle ser estreante e chegar tão longe. “A gente veio de longe para provar que não estamos de brincadeira, é uma surpresa pra muita gente, mas pra nós não” analisa. Segundo ele, os méritos da vitória do Bristlebacks tem relação direta com o fato dos Sharks serem “um time muito respeitado, que tem um jogo técnico e joga bonito”.

    A próxima partida da equipe de Londrina é contra o Paraná HP, em Curitiba no dia 29 de maio, buscando uma vaga no Paraná Bowl. Já o Black Sharks começa os treinamento para a estréia na Super Liga do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, ainda sem data definida.

    Foz Black Sharks

    Posição 2PT FR TDT TDP IS TDC TDR FG XP IR FP
     00000000000

    Londrina Bristlebacks

    Posição 2PT FR TDT TDP IS TDC TDR FG XP IR FP
     00000000000

    Campo

    Campo da Vila A – Foz do Iguaçu/PR
    R. Jacunda, 1-127 - Vila A, Foz do Iguaçu - PR, 85860-380, Brasil