Foz do Iguaçu Black Sharks vs Brown Spiders

    0
    330
    x

    Detalhes

    Data Tempo Liga Temporada
    13/03/2016 09:00 Campeonato Paranaense 2016

    Rever

    Portal Punt (por Leonardo Siqueira)

    Matéria Original: punt.com.br/2016/03/15/no-reencontro-entre-sharks-e-spiders-curitibanos-levam-melhor

    O campo do Gresfi, em Foz do Iguaçu, foi palco do reencontro entre Black Sharks e Brown Spiders. O jogo que aconteceu no último domingo (13/03) terminou com placar de 20 a 0 para o Spiders. A última partida entre as equipes havia sido em 2015, na disputa pelo terceiro lugar do campeonato paranaense, onde os iguaçuenses saíram com a vitória.

    A longa viagem até a fronteira parece não ter atrapalhado os aracnídeos, que iniciaram o jogo com intensidade. As investidas do quarterback #7, Anderson Luiz Candioto, (que esteve ausente da disputa de terceiro lugar do ano passado, em razão de um dedo quebrado), tanto com passes, como nas corridas, surtiram efeito na defesa do Sharks. Mesmo quando não conseguia o first down, o Spiders mostrava entrosamento no ataque.

    Isso foi, inclusive, o que faltou ao ataque do Sharks: entrosamento. O quarterback #7, Willian Omar Jackson Montano, que estava estreando, não conseguiu fazer o jogo fluir e abusou de passes sem alvo. Com isso, os melhores avanços dos mandantes no primeiro tempo foram por meio das corridas.

    O primeiro touchdown da partida ocorreu ainda no primeiro quarto, com corrida curta de Leonardo D’ Agostin Wolff, camisa #30 do Spiders, que teve o extra pointconvertido por Adriano Fracaro, #2. Pouco depois, o Spiders abriu mais um touchdown de vantagem, com passe de Candioto para Bernardo Horevitch Kusdra, número #17, que estava estreando pela equipe curitibana.

    Após o extra point convertido, Fracaro ainda teve tempo de anotar um field goal de 54 jardas. Com isso os times foram para o intervalo com um placar de 17 a 0 para o Spiders.

    Para o segundo tempo, o quarterback Vinicius Anhucci, camisa #1, assumiu o ataque aracnídeo. A mudança, aliada a uma melhor organização tática do Sharks, fez o rendimento do Spiders cair.

    Com mais foco e atenção, o sistema defensivo iguaçuense deu mais tempo para que o ataque produzisse. Mesmo assim, o QB, Jackson Montano, não conseguiu produzir e foi interceptado várias vezes.

    O melhor momento do Sharks foi nos últimos minutos de partida, quando o time conseguiu uma interceptação dentro de sua própria endzone. A partir disso, equipe abusou de jogadas em no huddle, mas acabou com um fumble após um snap ruim. No último quarto, os visitantes ainda conseguiram anotar outro field goal, fechando o jogo em 20 a 0.

    Na próxima rodada o Sharks enfrenta o Pyros em Maringá, enquanto o Spiders viaja até Londrina para jogar contra o Bristlebacks.

    Para Douglas Westphal, atleta #58 Sharks, a falta de entrosamento do time com o QB foi decisiva na derrota. “Nós tivemos que passar por algumas adaptações no meio do jogo, estamos com um quarterback novo”.

    Já o vice-presidente do Spiders, Renan Hamann, destacou o elenco como um todo. “Foi um jogo muito proveitoso. Nós conseguimos fazer um placar bom no primeiro tempo e, com isso, conseguimos rodar os atletas e tentar jogadas novas”.

    Resultados

    Foz Black Sharks

    Posição 2PT FR TDT TDP IS TDC TDR FG XP IR FP
     00000000000

    Brown Spiders

    Posição 2PT FR TDT TDP IS TDC TDR FG XP IR FP
     00000000000

    Campo

    Campo do Gresfi - Foz do Iguaçu/PR
    Av. Juscelino Kubitscheck, 1740-2084 - Vila Paraguaia, Foz do Iguaçu - PR, Brasil