Quarterbacks experientes, Dandan e Talon fazem 1º clássico neste domingo

1
112
O carioca Dandan será capaz de quebrar o favoritismo do octacampeão Crocodiles e dar o primeiro título paranaense ao Brown Spiders? Crédito: Pâmela Fernandes

Apesar das equipes serem velhas conhecidas, Daniel “Dandan” Pereira, quarterback do Brown Spiders, e Talon Roggasch, quarterback do Coritiba Crocodiles, fazem no próximo dia 31 seu primeiro clássico da carreira. Em lados opostos, e com experiências diversas, o Salão Oval conta um pouco sobre a trajetória dos dois e as expectativas em relação à partida.

Dandan é nome conhecido no cenário nacional. Natural do Rio de Janeiro, o quarterback começou a carreira nas areias, jogando pelo Mamutes, até receber o convite, em 2010, para jogar pelo Cuiabá Arsenal. No Mato Grosso o atleta foi bicampeão brasileiro, derrotando o Crocodiles nas finais, e acumulou convocações para a seleção brasileira. Em 2017 fez uma temporada pelo Rondonópolis Hawks, antes de voltar ao Arsenal em 2018 e, após a pandemia, assumiu a titularidade do Brown Spiders.

> Croco x BS: protagonistas da primeira partida full pads do Brasil

O americano Talon Roggasch, por outro lado, chegou ao Brasil em 2016, jogando duas temporadas pelo Ceará Caçadores. Em 2018 foi para a Alemanha, defender o Leipzig Hawks, mas voltou no mesmo ano ao Brasil, dessa vez em Minas para defender o América Locomotiva. No ano seguinte voltou ao Caçadores e faria a temporada 2020 pelo Rio Preto Weilers, mas a pandemia não deixou isso acontecer.

Crédito: Ariane Amaral

“Assisti dois ou três jogos dele” comenta Pereira. “E no meio desse rolo dele com Spiders e Croco, treinamos uma vez juntos”. Talon chegou a fazer alguns treinos com o Brown Spiders esse ano, mas o acordo não avançou. Posteriormente, ele acertou sua ida ao Crocodiles. “Ele é um senhor atleta, rápido, braço forte e preciso” avalia. Já Talon diz não saber muito sobre o rival. “Sei que Dandan já ganhou o campeonato do Brasil, jogou na seleção” diz o americano. “Ele tem muita experiência”.

Os atletas têm estilos diferentes. Enquanto Dandan costuma permanecer mais tempo no pocket e trabalhar mais o jogo aéreo, distribuindo as jogadas para mais de um alvo durante o jogo, Talon costuma ser uma ameaça dupla, tendo mais mobilidade e saindo mais vezes do pocket para avançar com as próprias pernas.

> Croco defende hegemonia contra o Brown Spiders

“Imagino que vai ser um jogão” comenta Roggasch. A rivalidade, com certeza, é um tempero a mais no confronto. “O Croco tem uma história mais vitoriosa no FABR do que o Spiders. Mas não dá para fazer pouco caso de um time como o Spiders, que tem 20 anos de história” ressalta Dandan. “É um dos times mais antigos do Brasil, um dos poucos times com mais tempo de vida do que eu de FA” brinca. “Um jogo de rivalidade só pode ser grande” acrescenta Roggasch.

Crocodiles e Brown Spiders se enfrentam no próximo dia 31, às 14h, no Paraná Bowl 12, valendo o título estadual.

> Confira nossa página especial sobre o Campeonato Paranaense

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here