Insatisfeito com arbitragem, Petroleiros tenta recuperação contra Snakes

1
157
O head coach do Petroleiros, Armando Gomes, não está nada satisfeito com a arbitragem Foto: Instagram Armando Gomes

UFERSA Petroleiros e São Bento Snakes duelam na Liga BFA neste sábado, às 18h, em Mossoró, em busca da primeira vitória na competição nacional. O potiguares tem apenas um jogo realizado, enquanto os paraibanos já foram derrotados duas vezes.

“Queremos contar com uma arbitragem justa”

O UFERSA Petroleiros não ficou nada contente com a arbitragem de sua estreia para na Liga BFA. Tentando quebrar um tabu de nove partidas sem jamais ter derrotado o Ceará Caçadores, o time foi derrotado por 16 a 14. Segundo o head coach Armando Gomes, a arbitragem foi decisiva para o placar: “Foi uma derrota com sabor de frustração total, pois, diferente dos outros anos, quando o Caçadores era superior, agora fomos superiores a eles, mas o resultado foi o mesmo dos outros anos, derrota”.

Para Armando, o jogo não foi tão parelho quando o placar demonstra. “O Caçadores só conseguiu marcar as pontuações deles por uma recuperação de fumble e outra jogada que só chegaram em situação de pontuação após faltas que, na análise semanal de vídeos da arbitragem da BFA, foram demostradas como inexistentes, erros de arbitragem”, apontou. A análise do vídeo foi feita pelo canal do árbitro Guilherme Cohen, disponível neste link.

Apesar de estar focado na próxima partida, contra o Snakes, o head coach ainda reafirma a necessidade de uma arbitragem assertiva: “O ânimo para a partida é que estamos no caminho certo, nosso time é bom, estamos em condição de competir. Estamos focados na correção dos erros, para executar melhor o plano de jogo e queremos contar com uma arbitragem justa. O Brasil todo está passando por isso: a arbitragem não está no nível da evolução dos atletas. Principalmente no Nordeste, a arbitragem meio que parou. Temos que entender que o jogo não pode ser parelho. Se você quer ganhar uma partida aqui no Nordeste, você tem que ser muito superior, que é o que Mariners e Espectros fazem. Então, tudo isso é um problema que acredito que vamos superar e dar uma continuidade forte neste resto de temporada”, concluiu.

Grupo mais unido e competitivo

Participando pela primeira vez da divisão de elite de uma competição nacional, o São Bento Snakes acabou sendo derrotado pelo atual campeão João Pessoa Espectros e o ascendente Carrancas FA.

Apesar disso, o head coach Gabriel Marques aponta que o time está mais unido e competitivo para encarar o Petroleiros, fora de casa: “Às vezes, alguns detalhes importantes passam batido quando vamos analisar em relação a se o time melhorou comparando as duas primeiras rodadas. Digo isso, pois, viajamos para Petrolina com 28 atletas, que é um número bem desconfortável em relação a material humano e rotações, ainda assim conseguimos pontuar por duas vezes e ter um special teams um pouco mais sólido. Situações assim servem para unir o grupo e mostrar que estamos ali um pelo outro em qualquer circunstância”, explicou.

Por tudo isso, Gabriel acredita em evolução do Snakes: “Para a terceira rodada, iremos seguir nosso objetivo de sermos competitivos. O resultado vai ser sempre reflexo do trabalho feito em todos os fatores. Estamos aproveitando nossas etapas e nos solidificando como um time, espero ver um futebol americano melhor jogo a jogo”, concluiu.

Serviço: UFERSA Petroleiros x São Bento Snakes
Local: Estádio Nogueirão, Mossoró (RN)
Data e Horário: Sábado, 23 de julho, às 18h
Entrada gratuita

> Confira tudo sobre a Liga BFA 2022 em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSoldiers e União duelam pelas primeiras posições da Conferência Sul
Próximo artigoGalo anuncia Otávio Amorim, ex-Toronto Argonauts
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here