Storm perde mais uma e segue sem vencer em 2022

1
30
O Indians venceu a primeira e impôs a quarta derrota seguida ao Storm na SPFL 2022 Foto: Maria Clara

Guarani Indians e São Paulo Storm duelaram neste domingo (5) em Ribeirão Pires, buscando a permanência na Serie Diamante, divisão de elite da São Paulo Football League. O resultado de 27 a 20 a favor do time de Campinas permite ao time respirar um pouco na competição, enquanto deixou a Tempestade em uma situação ainda mais complicada.

O time, cinco vezes campeão de estaduais paulistas, nunca esteve em situação pior. O time ainda tem mais uma partida para tentar evitar estar na Série Ouro em 2023.

O jogo

A partida começou com a primeira posse de bola para o Storm. Com o quarterback Gustavo Santos no comando das ações, a equipe da capital fez um bom avanço na primeira jogada, porém, na segunda vez em que o quarterback da Tempestade foi lançar a bola, ele encontrou um recebedor diferente do esperado: o linebacker Alex “Pong” do Indians interceptou o passe e trouxe o ataque da sua equipe para o campo.

Após a interceptação, o quarterback Elias Gobbi levou o ataque do Indians para o touchdown. Com o jogo corrido funcionando, a equipe de Campinas avançou muito no campo, mas a pontuação foi feita em um passe para o tight-end Walbber “Ogro” (85). Com o bom chute do kicker Dennys Bravo (9), o Guarani abriu o placar em 7 a 0.

O Storm também apostava no jogo corrido e estava obtendo sucesso, mas quando optou por um passe, encontrou novamente o camisa 99 do Indians pelo caminho: Alex “Pong” fez sua segunda interceptação na partida.

O ataque do Indians voltou para o campo, porém, na terceira jogada da campanha, o linebacker Ettore Reis (8) interceptou a tentativa de passe e trouxe a equipe da capital para o campo. Os ataques estavam sofrendo com acontecimentos assim, porque logo após a interceptação que favoreceu o Storm, a Tempestade sofreu um fumble, que foi recuperado pelos adversários.

No segundo quarto, os ataques produziam, mas não o suficiente. O Indians conseguiu mais uma interceptação com o cornerback Carlos Chang, e tentou um field goal, mas não teve sucesso. As equipes foram para o intervalo com o placar de 7 a 0 a favor do time do interior.

Quando a partida recomeçou em Ribeirão Pires o Guarani acabou sofrendo um fumble no retorno, situação que deixou o Storm muito próximo da endzone. A equipe da capital fez essa campanha acabar em touchdown com um passe do quarterback Gustavo Santos para o tight end Marcus Tini. O chute não foi bom, então o Storm somou seis pontos no placar.

Com a diferença de apenas um ponto a seu favor, o Indians partiu em busca do segundo touchdown na partida. O quarterback Elias Gobbi foi para o jogo aéreo mais uma vez e conseguiu uma boa conexão com o wide-receiver Arthur Simione, que percorreu mais da metade do campo até a endzone. O chute do kicker Dennys Bravo foi bom e o Guarani aumentou a vantagem no placar para 14 a 6.

Próximo ao final do terceiro quarto, o Storm sofreu mais uma interceptação, e dessa vez a bola foi recuperada pelo cornerback Petterson Patrick (6). Com o ataque em campo, após algumas jogadas, o Indians sofreu um fumble.

O último quarto começou com o ataque do Storm em campo, buscando uma reação. Em passe do quarterback Gustavo Santos para o wide-receiver Gustavo “Esguicho”, a Tempestade anotou mais seis pontos e voltou a se aproximar do Indians no placar. A equipe da capital paulista arriscou a conversão de dois pontos na tentativa de deixar tudo igual no placar, mas não teve sucesso.

Correndo o perigo de sofrer uma virada no placar, o Indians precisava rapidamente de um touchdown, e conseguiu: o quarterback Elias Gobbi conseguiu novamente um bom passe, dessa vez para o running back Giovanni Garotti, e vantagem voltou a subir. O chute do kicker Dennys Bravo foi bom e a diferença subiu para nove pontos à favor da equipe do interior.

Quando o ataque do Storm voltou à campo, o linebacker Alex “Pong” (99) fez sua terceira interceptação da partida. O Indians então não perdeu tempo e para sacramentar a vitória diante de um adversário direto na luta pela permanência na Série Diamante, anotou mais um touchdown, desta vez com uma corrida do running back Rubens, o Rubinho. Dessa vez, o chute foi bloqueado e o placar ficou em 27 a 12.

Entrando nos dois minutos finais da partida, o tight end Marcus Tini recebeu um passe do quarterback Gustavo Santos e fez mais um para o Storm, e a conversão de dois pontos também foi realizada pelo tight end, mas a Tempestade não tinha mais tempo para buscar a virada.

A partida acabou em 27 a 20 para o Indians, que conquistou em enfim, sua primeira vitória na SPFL 2022 – Série Diamante, em seu primeiro ano na divisão de elite na liga estadual.

Com assessoria SPFL

> Confira a classificação e jogos restantes da fase regular da SPFL 2022

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAgenda FABR – 4 e 5 de junho
Próximo artigoPlacar FABR – 4 e 5 de junho
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here