Retomando projetos, Moon Howlers e JEC Gladiators estreiam na BFA

0
123
Uniforme da temporada 2022 e camisa da “caveira de lobo” – Imagens @moonhowlers

Único representante do estado do Paraná nesta edição da BFA, o Moon Howlers recebe o JEC Gladiators neste sábado dia 18, às 14 horas, no Estádio Moacir Tomelin, em São José dos Pinhais (PR). Ambas equipes buscam a vitória para iniciar a competição com moral elevada e quebrar sequência de derrotas – sendo cinco do Howlers e nove do Gladiators.

A “ressureição do lobo”

O Moon Howlers iniciou sua trajetória nos campos em 2017, disputando o Paranaense e a Copa Sul, repetindo estas participações em 2018. Em 2019, num passo adiante de seu projeto esportivo, disputou da BFA Acesso. No entanto, um grave acontecimento impediu o prosseguimento da equipe, conforme detalha o gestor Homero Meyer:

“O time é diferente do normal, é uma empresa. Eu criei e faço a gestão como uma empresa, que inclusive, precisa pagar as contas e tirar o custo das costas dos atletas. Porém, tive uma leptospirose que peguei num treino e quase morri. Foram 11 dias internado e depois muitos meses de tratamento. Essa condição de saúde inviabilizou a gestão do time e me forçou a encerrar”.

Homero indica que no momento de flexibilização das atividades durante a pandemia, alguns então ex-atletas da equipe se uniram organizando um abaixo-assinado pelo seu retorno, que então ocorreu.

“A pandemia, para a gente, foi uma chance de voltar para onde paramos. Apesar de toda a tragédia, para o MH, foi uma oportunidade de ressurreição. Até por isso, para marcar esse momento, estamos usando a caveira de lobo em algumas artes e comunicação, é importante lembrar da morte para experimentar esse novo momento de vida”, acrescenta Meyer.

Para a disputa da BFA 2022, o time conta com o retorno de Gabriel Apetz, quarterback que acompanhou o Moon Howlers desde a sua criação, mas que esteve no Brown Spiders no segundo semestre de 2019.

“Acreditamos muito no desenvolvimento de atletas. Em 2017 estreamos com apenas 26 atletas no campeonato estadual e 23 eram estreantes. Dois anos depois, essa mesma base nos levou aos playoffs do maior estadual do país. Apostar no Gabriel é apostar nesse trabalho de criação de união e força. Desenvolver um quarterback leva anos e acredito que a passagem por outros time rendeu muito aprendizado e experiência para ele, que decidiu voltar e desenvolver aqui um time que ele acredita e quer evoluir”, complementa Meyer.

Finalizando, a respeito das expectativas dentro da competição, Meyer é cauteloso devido à incógnita gerada pelo período sem atividades. “É difícil até mesmo conhecer nosso time e nossos atletas. Creio que nosso objetivo principal nesse momento seja nos conhecer, nos descobrir, e a partir disso, construir nosso melhor a cada jogo e a cada treino. Precisamos dos desafios e dos adversários que são como um espelho para enxergar quem somos”, finaliza.

Uma nova “marca” para retomar o caminho das vitórias

O Gladiators, um dos precursores do esporte no país, retorna à disputa de competições nacionais de primeira divisão desde o período entre 2009 e 2012, quando participou do Torneio Touchdown e do Campeonato Brasileiro. Em 2019, disputou no Catarinense e na Copa Sul.

Marcelo Roberto da Silveira, presidente do JEC Gladiators, indica que a equipe conseguiu manter elenco em torno de 35 atletas após o período de paralisação das atividades pela pandemia, quando muitos tiveram dificuldades familiares e profissionais para manter o vínculo com a equipe.

No entanto, ressalta a parceria acertada com o Joinville Esporte Clube, na busca de maior visibilidade da equipe na comunidade local e também no cenário nacional, para que, aos poucos, retome posição de destaque dentro do esporte – equipe foi tricampeã catarinense entre 2009 e 2011, e alcançou a semifinal da Liga Nacional em 2015.

Questionado sobre as expectativas para o desempenho da equipe no torneio, Silveira indica boas expectativas e perspectiva de classificação aos playoffs, mas que o longo período sem partidas impede uma melhor análise tanto da equipe quanto de grande parte dos adversários (ressaltamos que os times de Santa Catarina e Paraná na BFA não disputaram torneios estaduais neste ano).

Novos uniformes do JEC Gladiators – @jecgladiators


> Confira tudo sobre a Liga BFA 2022 em nossa página especial

Serviço: Moon Howlers x JEC Gladiators
Local: Estádio Moacir Tomelin, em São José dos Pinhais-PR
Data e Horário: Sábado, 18 de Junho de 2022, às 14:00 horas
Ingressos: Informações na página do Moon Howlers

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here