BFA 2022: Saiba como serão os playoffs e os caminhos regionais para a final

2
613
O time da Paraíba ergueu mais um título de Brasil Bowl e entrou para hall de bicampeões nacionais, na última edição da BFA. Foto: Richard Ferrari

A Liga BFA está confirmada para 2022, após dois anos de paralisação por conta da Covid-19. Neste ano, o torneio contará com grande mudanças em relação à última edição, realizada em 2019. A principal delas é que agora não haverá mais divisões de acesso ou elite. Todos os 46 times (41 times masculinos e 5 femininos) passam a ter as mesmas chances de chegar à final.

Assim como nas edições anteriores, o torneio terá cinco conferências regionalizadas, além da edição feminina da competição. As prioridades de mando de campo para à decisão é a seguinte entre os homens: Nordeste > Sul > Centro-Oeste ou Norte > Sudeste.

> Saiba mais sobre a edição 2022 da Liga BFA

Conferência Nordeste

A Conferência Nordeste contará com a participação de 16 equipes. Elas serão divididas em três grupos, de acordo com a força de tabela. O Grupo A terá os quatro times que foram aos playoffs em 2019. O Grupos B os outros quatro times que não foram aos playoffs naquele ano, mais dois times da antiga divisão de acesso. Já o Grupo C terá as equipes novatas e as antigas equipes que já estavam na competição.

Serão quatro jogos de temporada regular. Cada equipe jogará duas vezes em casa e duas fora. Os dois melhores colocados do Grupo A avançam direto para as semifinais. No Wild Card, os primeiros colocados dos Grupos B e C se enfrentam, definindo um semifinalista. A outra vaga virá do duelo entre o terceiro colocado do Grupo A contra o segundo colocado do Grupo B.

O campeão da Conferência Nordeste enfrentará nos playoffs nacionais o campeão da Conferência Sudeste, no Sudeste.

> Confira as Conferências e grupos em nossa página especial

Conferência Sudeste

A Conferência Sudeste contará com a participação de seis equipes. Elas ficarão em um grupo único. Serão quatro jogos de temporada regular. Neste ano, acontecerão partidas de interconferência contra times do Centro-Oeste. Será uma nova experiência proposta pela Liga, com de promover confrontos inéditos. A ideia é repetir isso nas próximas edições mas envolvendo outras regiões.

Estes duelos não irão interferir nas conferências. Se, por exemplo, uma equipe do Rio de Janeiro (Sudeste) vencer uma do Mato-Grosso (Centro-Oeste). O triunfo será considerado apenas na sua conferência de origem, neste caso, o Sudeste, enquanto a derrota será creditada à equipe do Centro-Oeste na sua conferência.

As quatro equipes de melhor campanha avançam para as semifinais, não interferindo na outra conferência. O primeiro enfrenta o quarto colocado, enquanto o segundo enfrenta o terceiro. A prioridade do mando de campo são do líder e vice-líder.

O campeão da Conferência Sudeste enfrentará nos playoffs nacionais o campeão da Conferência Nordeste, no Sudeste.

> Confira as Conferências e grupos em nossa página especial

Conferência Centro-Oeste

A Conferência Centro-oeste contará com a participação de quatro equipes. Elas ficarão em um grupo único. Serão quatro jogos de temporada regular. Como citado acima, haverá partidas de interconferência contra times do Sudeste. As duas equipes com melhor campanha avançam direto para a grande decisão regional. O líder tem a prioridade do mando de campo.

O campeão da Conferência Centro-Oeste fará uma partida de wild card contra o campeão da Conferência Norte, no Centro-Oeste. O vencedor deste duelo receberá em casa o campeão da Conferência Sul nas semifinais nacionais.

> Confira as Conferências e grupos em nossa página especial

Conferência Norte

A Conferência Norte contará com a participação de quatro equipes. Elas ficarão em um grupo único. Serão três jogos de temporada regular. As duas equipes com melhor campanha avançam direto para a grande decisão regional. O líder tem a prioridade do mando de campo (se o time manauara avançar entre os melhores, independente da classificação, terá o mando de campo por ter jogado fora a fase regular).

O campeão da Conferência Norte fará uma partida de wild card contra o campeão da Conferência Centro-Oeste, no Centro-Oeste. O vencedor deste duelo receberá em casa o campeão da Conferência Sul nas semifinais nacionais.

> Confira as Conferências e grupos em nossa página especial

Conferência Sul

A Conferência Sul contará com a participação de 11 equipes. Elas ficarão em um grupo único. Serão quatro jogos de temporada regular. Cada equipe jogará duas vezes em casa e duas fora. Os dois melhores colocados avançam direto para as semifinais. Os quatro seguintes farão um wild card, onde o terceiro enfrenta sexto, enquanto o quarto enfrenta o quinto. A prioridade do mando de campo são dos times com melhor campanha nos playoffs.

O campeão da Conferência Sul enfrentará nos playoffs nacionais o vencedor da partida de wild card, que será realizada entre os campeões das conferências Centro-Oeste e Norte. Independente de quem passe, o campeão do Sul viajará para jogar em alguma destas duas regiões para o duelo da semifinal nacional.

> Confira as Conferências e grupos em nossa página especial

BFA Feminina

A BFA Feminina contará com a participação de cinco equipes. Elas ficarão em um grupo único. Serão dois jogos de temporada regular. 

As quatro equipes com melhor campanha avançam para as semifinais. O líder e o vice-líder tem a prioridade do mando de campo.

Com assessoria Liga BFA
COMPARTILHAR
Artigo anteriorBFA 2022 contempla todas as regiões, com uma divisão e também feminina
Próximo artigoSpringfield Jr.: “O Brasil é a minha casa”, diz americano, agora na Seleção Brasileira
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here