Com 1º tempo arrasador, Rex derrota Galo em Timbó

0
229
Jogadores do time catarinense vibram com vitória pra cima do Galo. Foto: Richard Ferrari

No amistoso da série BFA OFFSeason, Rex e Galo realizaram um encontro daqueles imperdíveis para os amantes do FABR. Duas das principais forças técnicas e organizacionais do futebol americano brasileiro, os times haviam se enfrentado apenas uma vez na história – nas semifinais da BFA em 2018, com uma vitória apertada do Galo em Belo Horizonte por 14 a 10.

Desta vez, em um amistoso e agora em Santa Catarina, o Rex não deu chances para os mineiros e venceu de forma contundente por 34 a 14, graças ao seu brilhante primeiro tempo. A partira poderá ser conferida em compacto no próximo dia 18, sábado, às 17h, em transmissão na ESPN.

O jogo

Com Romário Reis de quarterback starter em vez de Luiz Bassani (que começou o amistoso contra o Manaus FA, em novembro), o Rex abriu vantagem de 14 a 0 já no primeiro quarto. O comandante do ataque do time da casa passou para Pujoni, já na goal line, para fazer o primeiro, e correu três jardas, em outro ataque, para marcar o segundo. Ambos extrapoints foram convertidos pelo kicker Amílcar “Ozil”.

Ozil ampliou para 17 a 0 com um field goal certeiro no segundo quarto e Romário continuou bem, fazendo um longo passe de 30 jardas para Rafael Rodrigues marcar o terceiro do Rex. Após novo ponto-extra convertido por Ozil, 24 a 0 para os timboenses.

Após segunda interceptação do quarterback mexicano do Galo, Yair Marquez, o Rex avançou até a goal line para a corrida do running back Eduardo Maranhão. O MVP da partida entre Brasil e Argentina (2017) garantiu o 30 a 0, com Ozil fazendo o ponto-extra (31 a 0).

O segundo tempo trouxe a reação tardia do Galo, que marcou no retorno de kickoff com o americano Oshay Dunmore (ex-Mariners e Espectros) e na corrida de seu compatriota Parris Lee (no último quarto). Protásio marcou os dois pontos-extras para o Galo, enquanto Ozil fez um field goal (no terceiro quarto) para o Rex. Placar final, 34 a 14 para os catarinenses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here