Punições da ELF e BFA valerão nas duas Ligas

0
176
A BFA é parceira da liga Europeia (ELF) desde junho de 2021 Arte: BFA

Após o caso Jacob Wright e sua vinda frustrada para o Goiânia Rednecks após grande repercussão negativa, European League of Football e a Liga BFA reagiram. Punido na liga europeia por um insulto racista, o jogador foi anunciado pelo time Goiano – que acabou tendo que desistir em menos de 24 horas pela pressão causada pelas mídias sociais.

Para evitar casos semelhantes e cortar a possibilidade de antemão, as ligas, parceiras desde o meio de 2021, divulgaram um comunicado:

Nos últimos dias, um caso chamou a atenção da comunidade do futebol americano no Brasil. Assim que a informação da contratação de um ex-jogador da European League of Football (ELF) chegou à Liga, foi agendada uma reunião com Patrick Esume, comissário da ELF, para tratar do assunto. A reunião ocorreu na manhã de hoje, 27/10/2021, e o resultado foi muito positivo. 

Enquanto parceiras, as duas ligas concordam que as punições aplicadas na ELF sejam estendidas à BFA, e que o mesmo aconteça no caminho oposto. Com isso, qualquer atleta que esteja impedido de participar de jogos da ELF também estará impedido de participar de jogos da BFA, e não terá sua inscrição validada caso isso venha a acontecer. A ELF comunicará à BFA todos os casos disciplinares ocorridos na temporada de 2021 para que as punições na liga europeia tenham validade também na liga brasileira.

É fundamental que a mensagem seja forte e direta quando nos deparamos com casos de racismo. A Liga BFA não aceitará qualquer conduta discriminatória e tomará as medidas necessárias para coibir casos futuros”

> Goiânia Rednecks desiste de reforço expulso da ELF por racismo

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSeleção de base de Flag Football conclui primeira seletiva com sucesso
Próximo artigoBrasil Onças joga contra combinado europeu em março
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here