Marcel Dantas assume rédeas da BFA e garante edição 2022

2
407
Marcel Dantas assume a gestão da Associação dos Clubes de Futebol Americano do Brasil, entidade que dá diretrizes para a a realização da Liga BFA. Foto: arquivo pessoal

Se as incertezas trazidas pela paralisação total e absoluta  provocadas pela pandemia são gigantescas para todo e qualquer setor esportivo, elas são ainda mais imprevisíveis para esportes amadores, como o futebol americano nacional. Maior carro-chefe do esporte no Brasil, a Liga BFA, campeonato nacional da modalidade, conheceria sua quarta edição em 2020. Sem condições de acontecer também em 2021, abriu espaço para especulações.

Depois da unificação do cenário nacional em 2016, com a Superliga Nacional (unindo o Campeonato Nacional da CBFA e o Torneio Touchdown), agora é o momento em que um racha está mais próximo de acontecer. A principal incerteza é se a BFA será ou não o campeonato nacional agraciado pela Confederação ou se a entidade máxima do FABR bancará um certame próprio. Há ainda a possibilidade de maior fragmentação por torneios independentes de menor duração, como a prometida Taça Brasil, da Brasil FA.

Edição 2022 da Liga BFA está garantida e sob nova direção

Prólogos à parte, a Liga BFA divulgou hoje um comunicado anunciando seu novo cabeça: Marcel Dantas. Natural de Salvador, Marcel sempre foi um defensor da união dos clubes, da autonomia da Liga BFA e do crescimento orgânico da modalidade no Brasil, e terá como missão liderar o retorno às atividades no cenário pós-pandemia. Marcel, que estará à frente da ACFA até o final de 2024, foi um dos idealizadores da Liga BFA em 2017, junto com o ex-presidente, Marcelo Bruno, e com os diretores Bruno Rocha (Caçadores), Diego Martins (Espectros), Bruno Takahashi (T-Rex), Fábio Naldino (Crocodiles), José Caldas (Tritões), Igor Furtado (Rednecks) e Paulo César (Arsenal). Foi também o vice-presidente da ACFA desde a sua fundação.

O dirigente, que tem sua história no FABR ligada ao Vasco Almirantes, garantiu a edição 2022: “BFA mais que garantida para 2022. Nunca foi uma opção a BFA não acontecer, e tivemos apenas uma pausa por conta da pandemia. Com os trabalhos retomando visando 2022, fez-se necessária a nova eleição para atender ao estatuto da associação e a continuidade do que vem sendo feito desde 2017 pela consolidada Liga BFA”, explicou Dantas.

Como determina o Estatuto da Associação dos Clubes de Futebol Americano do Brasil – ACFA (a entidade que rege a Liga BFA), foi realizada, no último mês de setembro, a eleição da nova gestão, com eleição unânime de Dantas pelos times associados.

O comunicado ainda diz que a transição da gestão anterior para atual está em curso e é realizada de forma natural, com a passagem gradativa de cada processo realizado até então, para que todas as conquistas da Associação nos últimos quatro anos tenham continuidade. Os projetos de Lei de Incentivo ao Esporte fazem parte da agenda da ACFA, que trabalha neste momento, junto aos seus associados, na definição do cronograma de ações para a próxima edição da Liga BFA, que deve ter suas datas divulgadas em breve.

“A fórmula de disputa será definida pelos associados, e estamos montando a nova equipe de trabalho para a gestão da associação e também da Liga. Formalmente, não houve nenhum desligamento oficial, apenas não tivemos algumas respostas em 2019 durante a preparação para a edição de 2020”, explicou Dantas.

Inscreva-se em nosso Youtube e confira o Hangout sobre a ACFA/BFA

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPrimeira seletiva de seleção de base de flag football acontece neste fim de semana
Próximo artigoRednecks desiste de reforço expulso da ELF por racismo
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here