Lei de Incentivo ao Esporte: Hornets pode captar até R$ 1,4 milhão

0
494
O Hornets teve seu maior feito até agora o título de campeão da Liga Nacional (equivalente à divisão de acesso) em 2017 Foto: Divulgação Hornets

Recursos advindos das Leis de Incentivo ao Esporte são um importante passo para o futebol americano nacional sair do total amadorismo e ingressar em uma fase semiprofissional. E, gradualmente, as equipes e federações mais organizadas vem pleiteando estes recursos e, conseguindo aprovação, provam que o FABR também vem evoluindo fora das quatro linhas.

O mais recente time a conseguir o feito é o Sorriso Hornets, expoente da Conferência Centro-Oeste, e campeão da Liga Nacional em 2017. A Comissão Técnica da Lei de Incentivo ao Esporte aprovou, na sua reunião do último dia 11, o início da execução do projeto “Todos Pela Bola Oval”, da Associação Sorrisense de Futebol Americano. O projeto teve a liberação para captação de até R$ 200 mil.

O projeto social atenderá 150 crianças e adolescentes da nossa cidade, nos campos dos bairros Nova Aliança e São José, e tem como objetivo a inclusão social e a formação plena do indivíduo, oferecendo a prática de iniciação esportiva pelo futebol americano aos sorrisenses de 7 a 17 anos. Além da liberação para início da execução do projeto educacional, o Sorriso Hornets também teve o seu projeto de rendimento, para a equipe principal, no valor de R$ 1.247.806,01 (máximo permitido), admitido para início da captação. A execução do projeto de rendimento, no entanto, fica para 2022.

As empresas Agro Baggio e Del Moro Supermercados são as patrocinadoras do projeto, que também contou com aportes de produtores rurais locais. O lançamento do projeto será realizado no dia 28 de agosto, com início das aulas no meio de setembro.

Segundo o presidente dos Hornets, Ângelo Santos, a Lei de Incentivo possibilitará grande ampliação e melhoria nas atividades da entidade. “Estamos muito felizes com a implantação do nosso projeto social, mais um sonho no qual trabalhamos muito para que desse certo e agora é realidade. A Lei de Incentivo ao Esporte é hoje fundamental para o fomento do esporte Brasil afora e entendemos que para desenvolvimento da nossa associação e do esporte na nossa cidade precisamos utilizar melhor desse mecanismo. Agradecemos a todos os patrocinadores e apoiadores que acreditam em
nosso trabalho.”

> Saiba mais sobre o Sorriso Hornets em nossa página especial

Outra iniciativas

Outras equipes e entidades do futebol americano nacional também conseguiram captar recursos para projetos semelhantes ao do Hornets ou até mesmo para estádios. Este foi o feito da Federação Paulista de Futebol Americano (FEPAFA), que além do projeto para categorias de base, também obteve recursos e terreno para o primeiro estádio de futebol americano da modalidade no Brasil.

O T-Rex também tem um plano de longa data para ter a sua própria Arena. Outras equipes também conseguiram captar recursos através de patrocínios, Lei de Incentivo ao Esporte ou acordos com governos, como os casos de Coritiba Crocodiles, Cuiabá Arsenal, Recife Mariners e Rio Preto Weilers.

O tema, captação de recursos, é recorrente no Congresso Brasileiro de Futebol americano, em especial, sua versão para gestores.

> Recursos da Lei de Incentivo podem trazer equilíbrio para o FABR

(Com assessoria Sorriso Hornets)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here