Pé no chão, Espectros recebe esperançoso Caçadores em playoff

1
150
Todos os direitos reservados - art. 7., inc. VII, da Lei 9610/98. Ao usar alguma imagem, favor dar os devidos creditos. Anderson Silva / Joao Pessoa Espectros - @andersonnssilva

O tudo ou nada, de vez, chegou na Liga BFA 2019. O primeiro jogo de playoff acontecerá no mesmo lugar que o último Brasil Bowl – no Estádio Almeidão, em João Pessoa. O atual vice-campeão nacional, o João Pessoa Espectros, receberá o Ceará Caçadores neste sábado em jogo em que os paraibanos tentam a recuperação após sofrer uma grande derrota para o rival Recife Mariners. E para os anfitriões, o jogo, desta vez, vale avançar ou ser eliminado (pela primeira vez) de uma pós-temporada nacional.

Pé no chão

Na última rodada, como visitantes, o Espectros chegou para encarar o Mariners na Arena Pernambuco como favorito, algo que sempre aconteceu na história do conflito. Mas ao contrário do que sempre aconteceu quando foi derrotado pelos pernambucanos, o revés foi impactante: 35 a 19 para o time azul, que foi dominante do começo ao fim.

Negando o rótulo de favorito ao título que vinha obtendo após cinco vitórias espetaculares na fase regular, o João Pessoa Espectros deu corpo ao discurso pé no chão para o próximo jogo e suas pretensões no campeonato: “Sabíamos que ainda não estávamos prontos. A derrota serviu para mostrar o quanto ainda precisamos melhorar se quisermos chegar no objetivo final, que é o título nacional. Agora temos que trabalhar nas nossas deficiências e melhorar cada vez mais daqui para o final do ano, começando no jogo de domingo na semifinal do Nordeste”, explicou o presidente Diego Martins.

Na fase regular, o Espectros derrotou o Caçadores por uma larga margem no placar, mas que segundo Diego, pode ter sido um pouco além do que o jogo mostrou em campo: “O time do Caçadores tem um ataque excelente, com excelentes atletas e uma defesa sólida. O placar do nosso último jogo teve uma grande diferença no final, mas dentro do jogo, eles conseguiram produzir muito bem. Então, temos que minimizar as ações ofensivas deles e pontuar sempre que nosso ataque estiver em campo”, analisou.

Sem caminho traçado

O Ceará Caçadores também foi derrotado pelo Recife Mariners, mas a diferença foi de apenas dois pontos, ao contrário do Espectros. Será que os pernambucanos deram a receita de como derrotar os paraibanos e os cearenses vão seguir este caminho?

“Acho que esses resultados mostram que esses jogos entre as três equipes são equilibrados. Apesar de o Espectros ter uma vantagem ampla na soma dos confrontos, esses times proporcionam bons jogos, onde geralmente não da para cravar um vencedor. Não acho que exista um caminho traçado. Vai depender de cada jogo, como a execução de cada time vai ser feita”, explicou Bruno Rocha, head coach da equipe cearense.

Apesar da análise, o comandante do Caçadores coloca os donos da casa como favoritos: “A expectativa pra esse jogo é muito boa. Com certeza sera um jogão, e mais uma vez vamos tentar desbancar os favoritos fora de casa. Estamos trabalhando para poder trazer um resultado favorável dessa vez, mesmo sabendo das dificuldades”, concluiu.

> Saiba mais sobre os playoffs da Liga BFA 2019 na página especial da competição

Serviço: João Pessoa Espectros x Ceará Caçadores – Liga BFA 2019

Quando: Domingo, 13 de outubro, às 15h

Onde: Estádio Almeidão, em João Pessoa

Ingressos: Portões abertos a partir das 13h e bilheteria no local (inteira R$20 | meia entrada R$10).

COMPARTILHAR
Artigo anteriorQuerendo superar o líder, Leões desafia Tubarões no Cerrado
Próximo artigoAgenda FABR – 12 e 13 de Outubro
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here