Challengers quer quebrar tabu diante do ameaçado Corinthians

1
381
O head coach Chico Araújo, do Challengers, tenta sua primeira vitória em nove confrontos contra o Corinthians. Além dos oito pelo time de Ribeirão, Chico também perdeu um como jogador da Ponte Preta Gorillas. Foto: Davi Arduíno

O Ribeirão Preto Challengers visitará o Corinthians Steamrollers em busca da quebra de um tabu que dura sete anos: derrotar o time da capital. Foram oito partidas, sendo três finais estaduais, nas quais o time de Ribeirão não conseguiu triunfar diante dos paulistanos. Mas, pela primeira vez, nesta partida de sábado pela Liga BFA 2019, o time do interior entra como favorito.

Enquanto isso, o Corinthians busca sua primeira vitória na temporada nacional, para tentar escapar da possibilidade de ser o time da Conferência Sudeste a ser rebaixado para a BFA Acesso 2020.

“A possibilidade de rebaixar o Corinthians tem sim um gostinho especial”

Quem mais personifica o tabu entre Corinthians Steamrollers e Ribeirão Preto Challengers é o atual head coach do time do interior, Chico Araújo. Ex-quarterback, Chico viveu toda a rivalidade e assume que o sentimento de derrotar o rival existe sim.

“Com certeza existe sim essa rivalidade, hoje menor por ter passado um tempo sem confrontos entre as duas equipes. Mas tem muita história por trás para quem vivenciou as finais da FEFASP. Então, boa parte do elenco tem sim essa motivação de jogo de rivalidade, igual acontece na NFL em jogos de divisão, por exemplo. Nunca ter vencido torna a vitória um objetivo maior ainda, jogamos sempre para ganhar, então ganhar de um time que nunca vencemos é motivador sim. Assim como tivemos três vice-campeonatos, ter a possibilidade de rebaixar o Corinthians tem sim um gostinho especial”, explicou.

Além disso, o time precisa da vitória e contar com outros resultados para ter a (remota) chance de avançar aos playoffs (Confira em nosso “Panorama dos Playoffs”).

Jogo de vida ou morte na Liga BFA

O Corinthians Steamrollers flertou com a vitória nos jogos contra o América Locomotiva, Tritões e Storm nesta edição da Liga BFA, mas não conseguiu concretizar em nenhum deles jogos (além da derrota para a Portuguesa). Com mais dois jogos na competição (Challengers e Vasco), o time tem que buscar as duas vitórias para tentar afastar a possibilidade de rebaixamento.

O wide-receiver corinthiano Jean Karatê acredita que será uma partida difícil, mas leva fé na superação do Rolo Compressor para evitar o descenso na competição nacional.”Estamos em um situação bastante incomoda. Ainda não vencemos e corremos o risco de ser rebaixado. Por isso, temos que entrar em campo e honrar este escudo, este nome, toda a história que o Steamrollers representa no FABR. Quem veste esta camisa tem que jogar o máximo em todos os jogos, independente de adversário ou situação”, resumiu.

Com On Board Sports

> Confira mais sobre a Conferência Sudeste em nossa página especial

Serviço: Corinthians Steamrollers x Ribeirão Preto Challengers – Liga BFA 2019

Quando: Sábado, 5 de outubro, às 14h30

Onde: Centro de Treinamento Touchdown (Interlagos, São Paulo)

Ingressos: no local

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEm momentos diferentes, Locomotiva e Storm medem forças
Próximo artigoPredadores pega Templários para ainda ter chances
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here