Tritões traz quarterback americano para “voltar a sonhar”

0
282
Ty Henry é o novo quarterback do Tritões para a Liga BFA 2019 Imagem fornecida pelo Tritões

Depois de duas partidas do Tritões na Liga BFA 2019 – uma derrota contra o Galo FA e uma vitória contra o Macaé Oilers – a equipe foi buscar no país da bola oval um reforço de peso para o seu plantel.

O jogador é Ty McKinnell Henry, de 27 anos, que jogou na Western Colorado University, e coleciona experiência internacional em países como a Austrália, onde foi campeão com o Swan City Titans. No Brasil, Ty já teve passagem pelo Leme Lizards. “O Tritões é uma equipe de tradição, uma equipe forte, e espero ajuda-los a liderar a equipe a uma direção positiva”, disse o atleta. Ele já chega para o próximo confronto dos capixabas, contra o Corinthians Steamrollers, no dia 24 de agosto, no Campo do Tupy (em Vila Velha).

Para o head coach, Fernando Giovanotti, o Trapa, a medida era necessária uma vez que o jogo aéreo do Tritões não funcionou nas duas primeiras partidas: “A escolha de um quarterback foi bastante discutida. Tínhamos que ter um jogador que pudesse correr e lançar e o Ty também é professor e vamos buscar desenvolver nossos quarterbacks aqui para que em um futuro próximo não precisemos contratar ninguém. E agora vamos brigar por algo a mais, era uma peça na engrenagem que estava faltando e, com ela, voltamos a sonhar”.

A diretoria também celebra o reforço, que foi resultado do esforço conjunto da equipe com atletas apoiadores e, principalmente, dos recursos do Sócio-Torcedor Tritões.

Com assessoria Tritões 

> Saiba mais sobre a Conferência Sudeste da Liga BFA em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNa mira da NFL, Stutz brilha no Mariners com apenas 16 anos
Próximo artigo“Clássico dos Mares” retorna após ano “sabático”
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here