HP vira com kicker estreante e derrota Croco mais uma vez em 2019

3
357
Destaque no estadual pelo Street Dogs, Lucas Vozniak chegou de forma decisiva ao HP Foto: Reprodução Facebook Lucas Vozniak

Em um clássico de alto nível técnico, os detalhes são cruciais. E foi no detalhe do ponto-extra que o HP virou para cima do Crocodiles já no two minute warning e estreou com vitória na Liga BFA 2019 – 14 a 13. O herói da tarde foi o kicker Lucas Vozniak, que estava estreando no HP, vindo do Street Dogs.

Foi a segunda vitória do HP no clássico em 2019, já que a equipe derrotou o Crocodiles na semifinal do paranense por 16 a 10. O jogo foi o 14º enfrentamento entre os times e a agora a sexta vitória do HP (tricampeão paranaense). O Croco continua com a vantagem no confronto, com oito vitórias.

O clássico

Após um começo equilibrado, com as defesas dificultando os avanços ofensivos, o Crocodiles tentou um field goal de 51 jardas, sem sucesso. Na sequência, o HP conseguiu excelentes bloqueios para uma corrida imparável de Patrick Oliveira. Com o ponto-extra convertido, o HP colocava o primeiros números no placar no Croco Stadium: 7 a 0 para os atuais campeões estaduais.

Sem grandes avanços, o Croco não conseguiu reagir de imediato. No segundo quarto, os mandantes conseguiram maiores avanços, já adentrando o campo de ataque. Após muita insistência, Mamão finalmente acabou seu alvo na endzone: Adan Rodriguez. Kevin Ramos acertou o extra-point e deixou tudo igual: 7 a 7.

E Kevin Ramos entrou em ação mais uma vez na sequência, interceptando para o Croco e deixando o time já no campo de ataque um pouco antes do intervalo. Mas o presente foi retribuído pelo Croco, que cedeu um fumble, recuperado pelo Paraná HP e garantindo o placar igual na primeira metade do clássico.

No começo do terceiro quarto, o Croco já começou no campo de ataque e chegou na redzone em nova conexão de sucesso entre Mamão e Adan. Mas a pressão da defesa do HP, com sack e um snap errado do Croco, deixou os mandantes com um field goal de 51 jardas, executado novamente sem sucesso.

No entanto, um snap errado do HP e a bola recuperada pelo Croco deixou os octacampeões paranaenses já na redzone. Bem posicionado, já na jarda seis, Mamão não teve dúvidas: bola no Adan e touchdown Crocodiles. Com o ponto-extra bloqueado, o Croco foi para frente no placar por 13 a 7.

O HP tentou reagir em bons avanços, mas em jogada crucial, o defensive end Delmer Zoschke interveio, parando o ímpeto adversário.

No último quarto, no entanto, o HP soube mesclar bem corridas e passes e já dentro do dois minutos, chegou a sua melhor posição de campo no segundo tempo, já na redzone. Matheus Rosa foi cirúrgico e achou o wide-receiver Juninho na endzone, para empatar o jogo em 13 a 13. Com o extra-point certeiro de Lucas Vozniak (ex-Street Dogs, fazendo sua estreia no HP), o HP virou no finalzinho e derrotou o Crocodiles pela segunda vez no ano: 14 a 13.

O que vem por aí?

O Crocodiles tentará a recuperação fora de casa contra o vice-campeão catarinense Istepôs. Já o HP, campeão paranaense, visitará o interior gaúcho para encarar o campeão do estado, o Santa Maria Soldiers.

> Confira mais informações sobre a Conferência Sul em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorJogo entre Espectros e Caçadores é adiado
Próximo artigoBlack Hawks faz história e vence Rex em estreia na elite
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here