Por honra local, Breakers e Istepôs jogam neste sábado

1
110
Breakers e Istepôs se enfrentaram na semifinal do campeonato catarinense em 2018. Foto: Geraldo Takanage/Overtime do FA

Neste sábado, o Jaraguá Breakers recebe o São José Istepôs em jogo válido pela última rodada da temporada regular da Conferência Sul da BFA. O confronto será apenas para cumprir tabela. já que nenhum dos times tem chances de classificação para os playoffs. Por outro lado, quem vencer ficará na frente na classificação final. Portanto, o clássico catarinense terá alguma emoção já que valerá a “honra local”.

A montanha-russa de São José

O Istepôs vêm sofrendo com as oscilações em suas atuações durante todo o ano. Mas a pior delas foi certamente contra o Timbó Rex, equipe derrotada pelos são joseenses na temporada regular do Campeonato Catarinense no primeiro semestre. Mas na última partida da BFA, o Rex impôs um 61 a 00, a maior derrota já sofrida pela equipe de São José na história.

O confronto contra o Jaraguá Breakers será um teste para provar que o jogo contra o Rex foi um dia ruim mas que eles ainda seguem motivados para o clássico. Nas duas vezes que os dois times se enfrentaram este ano, o Istepôs venceu sem sofrer nenhum ponto (13 a 00 e 23 a 00) e eles contam com a boa atuação da defesa para saírem vitoriosos.

Segundo o head coach do Istepôs, Petherson Silveira, o motivo das oscilações foi a saída de alguns jogadores que eram peças chaves para o bom desempenho do time e as lesões que atrapalham nos treinamentos: “Não são os mesmo jogadores. Nosso elenco é bem enxuto, então qualquer jogador que não joga, não tem reserva pra colocar ou precisamos improvisar alguém de outro setor”, explicou.

O mais grave para  o Istepôs não é somente a quantidade de jogadores, mas também a qualidade dos ausentes: “O JP (principal running back), o Torquato (cornerback da Seleção em Ohio) e o Bunn nem jogaram a BFA, sendo que eram alguns dos principais pilares da equipe. Imagine sair três dos quatro capitães do time uma semana antes início da BFA. Como você vai substituí-los dentro e fora de campo? Com o elenco reduzido, vai chegando o fim do ano e os jogadores estão muito desgastados e lesionados. Alguns não conseguem treinar por lesão, pois tem jogo final de semana sim, final de semana não. Isso atrapalha nossos treinos coletivos. Temos muitos jogadores que estão entrando em campo no sacrifício, pois não temos substitutos pra eles sem ser no improviso. Isso faz com que o nosso nível caia bastante”, analisou Petherson.

Pé no acelador

O Breakers começou a BFA um pouco desacreditado, eles conseguiram a classificação para os playoffs do catarinense mas não tiveram boas atuações para que os críticos pudessem colocar a equipe no mesmo patamar que Rex e Istepôs. Mas durante o campeonato eles foram apresentando alguns jogos mais equilibrados, como a derrota por 03 a 00 para o Soldiers e a vitória sobre o Juventude por 07 a 00.

Somando os desempenhos do Breakers com as más atuações do Istepôs, o time de Jaraguá chega para o jogo deste final de semana com boas chances de vitória. É o que o presidente da equipe, Everton Gnewuch, acredita: “Ninguém quer terminar o ano perdendo. São duas equipes que fizeram o máximo para se manterem bem durante o ano. Dentro do campo não importa se o jogo não vale nada, não vamos tirar o pé, é uma coisa do nosso esporte, ele não permite isso. Quando estamos jogando o momento é especial e vamos fazer de tudo para ganhar mesmo com as lesões em decorrência dos diversos jogos que tivemos durante o catarinense e a BFA. Provavelmente irá chover, será um jogo de futebol americano da forma mais típica possível para o Breakers e estamos nos preparando para isso.”

Serviço: Jaraguá Breakers x São José Istepôs – BFA
Quando: Sábado, 13 de setembro, às 14h
Onde: Complexo Esportivo Municipal de Schroeder/SC
Ingresso: R$ 10,00

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here