Zebra, Juventude espera o momento da “roda gigante” contra o HP

1
106
No ano passado, o HP venceu o Juventude por 17 a 12 em Caxias Foto: Tony Soto

O Juventude FA irá receber o forte Paraná HP em Caxias do Sul neste sábado, em partida válida pela fase regular da Conferência Sul da BFA. Até hoje, houve três confrontos entre as equipes, todos com vitórias do time paranaense.

“Que fase!” (como diria Milton Leite)

O presidente e agora head coach interino do Juventude FA, Eduardo Ferreira, foi bastante detalhista e até poético ao falar da partida e da fase atual de sua equipe. Em relação a partida do ano passado, Ferreira lembra que a partida já valia muito pouco e que o quadro atual é bem diferente.

“Era uma partida atípica em 2017. Eles classificados, e nós tínhamos escapado do “rebaixamento”. Agora é tudo diferente, pois uma derrota, nos coloca em situação muito difícil. Favoritos, eles brigam diretamente pela classificação. Nosso trabalho vai ser tentar surpreender”, explicou.

Além da superioridade técnica do adversário, Ferreira comentou a falta de sorte da equipe. Na última partida, contra o Istepôs, o time esperava contar com o americano Christian Anderson, linebacker e running back contratado para a BFA. Mas às vesperas do jogo, o atleta rompeu os ligamentos do joelho: “Não jogou e nem vai mais jogar esse ano”.

Apesar do cenário negativo, Ferreira é otimista e conta com a experiência do programa de futebol americano de Caxias do Sul: “Fica difícil projetar algo, vide a fase ruim que estamos percorrendo. Mas faz parte. No Futebol Americano é raro ocorrer uma “zebra”, mas o Juventude não chegou aqui ontem. Vamos corrigir os erros do jogo anterior, e fazer nosso melhor. O jogo, a vida, é uma roda-gigante. Uma hora voltaremos a ficar por cima. E pode ser sábado”.

“Respeitamos o Juventude”

O Paraná HP vem de uma vitória impactante sobre o duro Santa Maria Soldiers. Mesmo assim, a euforia não faz parte da retórica de seu cerebral head coach, Carlos Copi Jr.: “A equipe segue confiante e comprometida com as metas que traçamos e método aplicado. A Conferencia Sul é muito equilibrada e sabemos que o trabalho deve ser consistente e que devemos nos comprometer com objetivos mais longos”.

Na análise sobre a partida de amanhã, Copi colocou a tradição do Juventude a viagem até o Rio Grande do Sul como obstáculos para o triunfo: “Uma vitoria fora de casa é sempre satisfatória, independente do placar. Respeitamos o Juventude pela história que possuem. Sabemos que a viagem irá pesar contra nós e que o sistema deles pode ser perverso se conseguirem carregar o placar do jogo até o final. Mas apostamos no preparo físico para sobressair ao cansaço da viagem e ao nosso treinamento técnico e tático para voltar a Curitiba com o resultado positivo”.

> Confira resultados, agenda e classificação da Conferência Sul da BFA

Serviço: Juventude FA x Paraná HP – BFA

Quando: Sábado, 1º de setembro, às 14h

Onde: Rua Atílio Andreazza, 543, Caxias do Sul

Ingressos: R$ 20,00 (no local)

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLeões x Tubarões: “vocês não significaram tanto assim para mim”
Próximo artigoTemplários e Predadores buscam 1ª vitória real na BFA 2018
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here