Espectros visita o Caçadores, o “mais difícil da fase regular”

1
311
No último encontro das equipes, a final de Conferência do ano passado, o Espectros venceu em casa por 40 a 00, após um primeiro tempo sem pontuação. Foto: Anderson Silva

Grande jogo do fim de semana da BFA, o Ceará Caçadores irá receber o João Pessoa Espectros no lindo Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, amanhã às 16h. O encontro entre ambas equipes marcou as duas últimas finais de Conferência, ambas vencidas pelo João Pessoa Espectros (2016 e 2017).

“O jogo mais difícil da fase regular”

Depois de uma estreia tranquila em casa contra o Tropa Campina, o João Pessoa Espectros viaja para Fortaleza para encarar um renovado Caçadores. Sem o quarterback Romário Reis (agora no T-Rex), o time cearense agora tem no seu comando de ataque o americano Ryan Deal, algo considerado perigoso pelo head coach vice-campeão brasileiro, Kevin Veloso.

“Estamos encarando esse jogo como, potencialmente, o jogo mais difícil da fase regular. O Caçadores já tinha um excelente quarterback em Romário, mas um americano para essa posição, sem dúvida, dificulta o nosso trabalho não só por suas aptidões atléticas, mas também pela experiência de jogo. O fato do sistema ofensivo do time ter mudado para um que favorece o lançador também é um fator que torna mais difícil nossa tarefa. Estamos cientes do que teremos que fazer e esperamos colocar isso em prática no domingo. Com certeza será um bom desafio”, analisou Kevin.

Um jogo decidido nos detalhes

O Ceará Caçadores estreou bem fora de casa, com uma sólida vitória sobre o UFERSA Petroleiros. Para o head coach Bruno Rocha, os jogadores souberam lidar bem com os fatores que poderiam dificultar o jogo: “Viagem, nervosismo de estréia, falta de vídeos recentes do adversário, fator clima etc. Eles Conseguiram manter o foco no jogo”.

Sobre Ryan Deal ser um fator surpresa contra o Espectros, Bruno dá créditos a uma das melhores comissões técnicas do País: “Com certeza o Espectros estudou nosso último jogo e devem ter visto vídeos do Ryan jogando nos EUA. São um time bem treinado e experiente, com certeza fizeram o dever de casa. Por isso não acho que haja algum “fator surpresa” por termos um quarterback americano pela primeira vez no confronto”.

Para resumir suas expectativas, Bruno acredita em um jogo parelho, parecido com a final de Conferência em 2016: “A expectativa é que seja um jogo apertado, decidido por detalhes. O nível técnico e tático dos dois times faz com que seja um jogo muito bom de se participar, seja jogando, treinando, ou assistindo.

> Confira agenda, resultados e classificação da Conferência Nordeste

Serviço: Ceará Caçadores x João Pessoa Espectros – BFA

Quando: Domingo, 5 de agosto, às 15h

Onde: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza

Ingressos: Saiba mais no Facebook dos Caçadores

COMPARTILHAR
Artigo anteriorScorpions conta com a força da torcida contra o Cavalaria
Próximo artigoEm jogo nervoso, HP vira e derrota Soldiers em Curitiba
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here