Rex retoma caminhada pela hegemonia contra o Juventude

0
289
O T-Rex chega a BFA como tetracampeão catarinense e um dos postulantes ao título nacional. Foto: Camila Peixer

O T-Rex venceu a Superliga de 2016, o primeiro torneio após a unificação entre as duas competições nacionais existentes (o Torneio Touchdown e a Superliga), e obteve a aura de equipe de maior nível técnico no País. Em 2017, entrou no Torneio como favorita ao lado do supertime montado pelo Sada Cruzeiro. No entanto, as expectativas de uma final entre ambas equipes foi frustrada pela derrota do time de Timbó para o Coritiba Crocodiles na primeira rodada dos playoffs.

Na temporada 2018, o T-Rex retoma o caminho em busca do título nacional. O time conseguiu 18 reforços vindos de todas as partes do País (veja mais no Guia da BFA – Conferência Sul) e usou muito bem o Campeonato Catarinense para entrosar os novos jogadores e entrosá-los no playbook da equipe.

O estadual foi um laboratório mais que perfeito, tanto para a comissão técnica amadurecer quanto para os atletas entenderem o que é ser um Rex de verdade. O sistema e a sinergia do grupo cresceram no momento certo”, analisou o Breno Takahashi, head coach do tetracampeonato catarinense.

Retrospecto positivo

E o primeiro passo para tentar a reconquista nacional é contra o Juventude FA, equipe contra a qual o T-Rex tem um histórico bastante positivos, com cinco vitórias em cinco partidas (2013201420152016, 2017). A partida será neste domingo, às 14h30, no Complexo Esportivo de Timbó.

Por isso, o T-Rex ainda irá rodar seu roster para acertar os últimos ponteiros: “A Conferência Sul, é sem dúvidas, a conferência mais disputada da BFA. A qualidade de todos os times é muito alta. Nos preparamos para trazer nosso melhor contra o Juventude. Mas, logicamente, precisamos experimentar porque alguns dos reforços não estavam aptos para jogar o estadual. Temos mais de dez atletas que estão prontos pra BFA que não pisaram no campo em jogos no primeiro semestre”, explicou Breno.

> Saiba mais informações sobre o Rex

Retrospecto recente negativo

Além do retrospecto negativo diante do Rex, o visitante Juventude FA não vive um bom momento. Após ser eliminado nas semifinais do Campeonato Gaúcho, o time de Caxias ainda perdeu o seu head coach, Luis Lopes, espanhol que teve que retornar ao seu país.

Para o seu lugar fica o presidente Eduardo Ferreira, que minimiza os resultados de curto prazo e elogia a visão de longo prazo do Juventude: “Muito se fala em nossa campanha no Campeonato Gaúcho, mas eu não uso como parâmetro para o resto do ano. O Coach Espanhol colocou em campo jogadores jovens, fez testes e evidenciamos necessidades. Por mais que o esporte viva de resultados, e eu entendo isto, não somos imediatistas. Temos base desde 2015 e, especialmente com o apoio recebido ano passado, demos um salto com nossa “gurizada”. Em breve, os frutos virão”, sentenciou.

Em outro ponto que poderia ser positivo para o Juventude, o reforço americano Christian Anderson, running back e linebacker, só deve estrear na segunda rodada, contra o Istepôs, devido aos prazos de inscrição.

> Confira a agenda de jogos do Juventude

Serviço: T-Rex x Juventude – BFA

Quando: domingo, 22 de julho, às 14h30

Onde: Complexo Esportivo de Timbó

Ingressos: Saiba mais nas mídias sociais do T-Rex

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCavalaria e Mariners se enfrentam em jogo imprevisível
Próximo artigoInvictos disputam título da terceira edição da SPFL
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here