Pampa Bowl: Juventude recebe Uruguai no fim de semana

0
195

Neste sábado (25), o SESI em Caxias do Sul/RS receberá o Pampa Bowl, um jogo amistoso entre a Seleção do Uruguai e a equipe da casa, o Juventude FA. Além do jogo principal estão marcadas duas partidas preliminares: uma da Seleção Uruguaia de flag feminino contra as meninas do Big Riders FA (RJ) e, pela primeira vez na história dois times gaúchos, uma partida do sub-19 full pads do Juventude FA e Santa Cruz Chacais.

Uruguai X FABR

A rivalidade em amistosos entre Brasil e Uruguai existe há dez anos. Inclusive no último dia 17 de novembro completou-se uma década do primeiro jogo amistoso entre as Seleções dos dois países. Os Charruas, como é conhecida a Seleção Uruguaia, jogou contra o Brasil Onças em 2007, no campo da base aérea em Montevidéu, no Uruguai.

> Visite nossa página especial sobre a partida Uruguay Charrúas x Brasil Onças

Naquela época, poucos jogadores brasileiros tinham equipamentos, ainda não existia nenhum campeonato nacional, já que o primeiro campeonato só foi criado em 2009, o então Torneio Touchdown. Oficialmente, o primeiro jogo full pads aconteceu em 25 de Outubro de 2008, ou seja, em 2007 era difícil de acreditar que uma Seleção Brasileira jogaria equipada e ainda no Uruguai. Com mais experiência, já que fora criada em 2005, a Seleção Uruguaia venceu o Brasil Onças por 20 a 14.

Foto: Flickr Danilo Muller

Em 2008, o Crocodiles, que na época chamava-se Barigui Crocodiles, também viajou ao Uruguai para jogar contra o Emperadores; era a primeira vez que um time brasileiro atravessava a fronteira para jogar fora do Brasil, a equipe de Curitiba perdeu por 44 a 06.

Barigui Crocodiles antes da viagem para o Uruguai. Foto: Gazeta do Povo

Quase sete anos depois do primeiro amistoso, em 26 de abril de 2014, a Seleção Brasileira voltou a enfrentar os Charruas; mas desta vez, venceram por 49 a 00.

Heron recebendo passe de Mamão – Foto: Cuiabá Arsenal.

Em 26 de novembro de 2016, no Cimarrón Bowl, os Charruas venceram o Juventude F.A. pelo placar de 16 a 00, novamente em solo uruguaio. Este jogo ficou marcado pela homenagem que a Seleção do Uruguai prestou ao jogador Patrik #70, que não pôde viajar com a equipe do Juventude FA pois estava hospitalizado lutando contra o câncer.

Os jogadores uruguaios usaram um adesivo nos capacetes desejando força ao jogador que, infelizmente, faleceu um mês após a partida. Ainda em 2016, ficou agendado o jogo de volta, no Brasil, o Pampa Bowl: será a primeira vez que a Seleção Uruguaia jogará no Brasil depois de dez anos como anfitriã; por isso, o Juventude FA está trabalhando para organizar um grande evento no sábado.

Crédito: Javier Cabrera Fotografía

Flag Football feminino

Walter Hernandez, presidente da LUFA – Liga Uruguaia de Futebol Americano, lançou a ideia de trazer também a Seleção Uruguaia feminina de flag football pra jogar no Brasil. As meninas fizeram uma exibição no pré-jogo do Cimarrón Bowl, mas como o Juventude ainda não tem time de flag feminino, o presidente da equipe Eduardo Ferreira, convidou o Big Riders FA, equipe carioca pioneira do Beach Flag no Brasil e montará um “mistão” com atletas de Jaraguá Breakers e Curitiba Silverhawks complementando o elenco.

Seleção Uruguaia de Flag Feminino – Crédito: Javier Cabrera Fotografía
Equipe de Flag do Big Riders FA – Foto: Facebook Big Riders FA

Sub-19: o futuro do futebol americano

Para completar a série de amistosos, um sonho antigo se tornará realidade, o primeiro jogo entre times gaúchos sub-19, a equipe convidada para enfrentar o time da casa foi o Santa Cruz Chacais.

Foto: Divulgação Chacais

“Nosso foco com o sub é trazer jovens para vida saudável. O esporte é a ferramenta usada para isso. Muitos começam e param sem alcançar a equipe adulta, mas certamente ficaram marcados pelo que vivenciaram aqui. Ainda não nos apresentamos como sub-19.” – disse Gustavo Weiss, coordenador geral da equipe do Chacais.

Foto: Geraldo Takanage

“Estamos trabalhando forte também na preparação dentro de campo e queremos mostrar que a base do Juventude F. A. está formando ótimos atletas de futebol americano.” – comentou Eduardo Ferreira, presidente da equipe.

Os jogos serão transmitidos ao vivo pela página do Juventude F.A. Haverá entrega de troféus e medalhas a todos os participantes. Serão eleitos dois MVP’s por jogo, cada time elegerá o MVP do time adversário.

Além de toda estrutura de transmissão, os torcedores que comparecerem ao SESI de Caxias do Sul irão concorrer a sorteio de camisetas, bolas personalizadas e até mesmo smartphones. E tem mais: a organização montará um espaço kids, com brinquedos, pipoca e algodão-doce à vontade e de graça durante todo o evento.

O Juventude F.A. também arrecadará alimentos não-perecíveis, que serão doados para a cozinha do Núcleo de Reabilitação do Bairro Canyon, em Caxias do Sul, e também entregará, junto com a Seleção Uruguaia, um capacete personalizado para a família do #Patrik70.

Programação do evento

  • Primeiro jogo

Big Riders FA x Uruguai –  Flag football feminino – 14hs

  • Segundo jogo

Juventude F.A. x Santa Cruz Chacais  – Futebol Americano Sub19 – 16hs

  • Terceiro jogo – Pampa Bowl

Juventude F.A. x Uruguai Charruas – Futebol Americano adulto – 19hs

Uruguai Charruas

A Seleção Uruguaia existe desde 2005 e atualmente é comandada pelo HC Gonzalo Techera, tendo como coordenadores Fernando Medeiros, Martin Djamolakdjian, Pablo Dominguez, Aldo Fierro e Felipe Poggio.

Estão treinando juntos desde a final do campeonato nacional, desde 28 de Outubro, focados para o Pampa Bowl: são duas vezes por semana, sendo que a base da Seleção vem da formação do Cimarron Bowl, realizado em novembro de 2016.

Muito sacrifício de um grupo de pessoas que deixa tudo para que os Charruas possam continuar a escrever a história. Acreditamos que o jogo em Caxias será mais difícil que do ano passado, já que o Juventude terá mais jogadores e jogará diante de sua torcida. Ser visitante muitas vezes diminui o potencial de um time. A aposta do Uruguai é manter uma boa execução, seguindo um processo que começou há um ano, e seguir melhorando”, explicou Walter Hernandéz, presidente da LUFA.

Hernandéz ainda declarou que a vontade é manter estes jogos entre Uruguai e Caxias como uma tradição: “Sabemos que o futebol americano no Brasil está no seu auge e que a cada ano o nível sobe. A distância entre Caxias e o Uruguai é acessível, por isso queremos manter esse Bowl para que ambos os times possam crescer tecnicamente ano a ano, permitindo que nossa Seleção tenha uma base formada, com experiência, permitindo que possamos atuar em jogos internacionais à medida que eles apareçam”. 

Seleção Uruguaia antes do Cimarrón Bowl- Foto: Javier Cabrera Fotografia 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here