Histórico, Soldiers derrota HP e chega à final da Conferência

1
93
O Santa Maria Soldiers veio da Liga Nacional para chegar à final da Conferência Sul da BFA. Foto: Radar Esportivo

A disputa acirrada e esperada entre Santa Maria Soldiers e Paraná HP finalmente pode acontecer sem chuva. Os visitantes tentaram acelerar o jogo e conseguiu chegar à redzone por duas vezes no primeiro tempo. Mas não pontuou nas duas tentativas com o kicker Lucas Copi. O Soldiers conseguiu ajustar a defesa, parou as surpresas paranaenses e quando finalmente conseguiu a ponte-aérea entre seus Douglas, fez o touchdown que abriu o caminho da inédita classificação para a final da Conferência Sul. O placar final foi completado por Fabrício Santana com um field goal: Soldiers 9, Paraná HP 0.

O jogo

Sem chuva, mas com o tempo nublado e o gramado deteriorado pela semana pluviosa em Santa Maria, a partida começou com o Paraná HP. Taurus, o principal running back paranaense, já levou o time visitante para o campo de ataque em duas boas corridas. O ritmo veloz entre as jogadas dos visitantes quase chegou à redzone, quando foi finalmente parados pela defesa gaúcha. A saída foi a tentativa de field goal de 32 jardas Lucas Copi, que não conseguiu pontuar.

A primeira campanha do Santa Maria Soldiers não foi tão veloz quanto a dos visitantes e só conseguiu chegar ao ataque com a falta (polêmica) do linebacker Rios sobre o quarterback Douglas Rodrigues. No campo de ataque, no entanto, o Soldiers foi interceptado por Rodrigo Zandoná.

Se o ataque não foi efetivo, a defesa gaúcha provocou o 3 and out paranaense com ação providencial do polivalente Vinícius Zanon. O troco veio na sequência, com o Paraná HP encurralando o Soldiers até a jarda três do campo de defesa. As posses foram se alternando, com as boas atuações defensivas e levando o primeiro quarto a terminar sem pontos.

No segundo quarto, o jogo truncado continuou até o aviso de dois minutos. Nesta altura, Matheus Rosa conseguiu um passe longo e deixou o HP na jarda 35 do campo de ataque. Com o conceito up tempo do air raid no braço, a chegada à redzone foi inevitável. Em uma quarta pra uma, os visitantes não arriscaram e foram para mais um field goal com Lucas Copi, que não conseguiu novamente tirar o zero do placar.

O terceiro quarto começou com o sol furando o tempo nublado, mas os times ainda não conseguiam perfurar as fortes defesa com facilidade. Os first downs eram confirmados apenas nas terceiras descidas, muitas vezes com a presença dos “pirulitos”. Até que em uma terceira para 14 jardas, a conexão Douglas-Douglas funcionou pela primeira vez, com Rodrigues achando o wide-receiver Elesbão para 40 jardas. E se funcionou mais uma vez, a sequência foi a mesma dobradinha em passe de 22 jardas dentro da endzone: touchdown Soldiers, com extra-point não convertido por Fabrício Santana – 6 a 0 Soldiers.

Após o quinto touchdown do wide-receiver gaúcho, artilheiro do time de Santa Maria, o Paraná HP tentou rapidamente chegar ao ataque, sem sucesso. Matheus Rosa, eleito o Jogador Salão Oval de Setembro, se lesionou e foi substituído por Manzo.

Quando o jogo parecia estar próximo de mais pontos do Santa Maria, uma interceptação paranaense quase virou pick six, salva pelo quarterback Douglas Rodrigues. Os gaúchos devolveram na mesma moeda com Arthur Walker e voltaram ao campo de ataque.

Nos últimos 12 minutos da partida, o jogo corrido do Soldiers foi mais utilizado para ir gastando o relógio. Em boa campanha liderada por Siqueira, o time da casa chegou à redzone. Sem avançar, o Soldiers optou pelo field goal de 33 jardas de Fabrício Santana, colocando a vantagem em duas posses e muita pressão nos paranaenses: 9 a 0 Soldiers.

Forçando os passes e com seu quarterback reserva, Arthur Walker (ex-Bulldogs) conseguiu sua segunda interceptação no jogo. O jogo foi então sendo arrastado pelo jogo corrido gaúcho e o nervosismo do Paraná HP. Um dos destaques da defesa visitante, Cleverson Kvas foi ejetado da partida após reclamações.

Finalmente com a bola, o HP voltou para o jogo em grande corrida de Fred Taurus, que levou os visitantes ao campo de ataque. O outro running back, Jefferson Bauer deixou o HP na linha de 22 jardas. Carlesso, cornerback do Soldiers, evitou o touchdown dos visitantes, que foram para a quarta descida. Em novo field goal para Lucas Copi, o kicker novamente errou, deixando o placar ainda em 9 a 0 para o Soldiers.

O jogo ainda viu a terceira interceptação sobre o ataque do Paraná HP, desta vez com Vinícius Araújo (ex-Istepôs), que quase transformou a jogada em pick six. Sem se arriscar, o Soldiers ajoelhou na bola e decretou o fim da partida.

O que vem por aí

Para o Paraná HP, que conquistou o bicampeonato estadual neste ano, 2017 terminou hoje; já o Santa Maria Soldiers continua sua jornada histórica e aguarda a partida de amanhã, entre T-Rex e Coritiba Crocodiles amanha, às 14h30, em Timbó.

> Confira tudo sobre a BFA em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAGENDA FABR: 14 e 15 de Outubro
Próximo artigoTritões vira, elimina Patriotas e vai à final de Conferência
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here