Brasil Onças: Os novatos, os experientes e o “intruso”

1
282
Vinte e oito jogadores vestirão pela primeira vez a jersey do Brasil Onças em jogo oficial. Foto: Victor Francisco

Na manhã desta terça feira (24), o head coach da seleção brasileira de futebol americano, (também chamada Brasil Onças) Gabriel Mendes, anunciou os convocados para o amistoso contra a Argentina “Halcones”, que será realizado no dia 16 de dezembro, no Estádio Mineirão.

> Confira a lista dos convocados para o amistoso

Muitas mudanças ocorreram em relação a lista de convocados para a Copa do Mundo de 2015, realizada em Ohio, nos EUA, o último encontro oficial da seleção. Dos 45 convocados neste ano, apenas 16 estiveram presentes no mundial.

Entre os escolhidos para o amistoso, apenas dois atletas estiveram em todas as seleções desde 2007. São eles o Slot Receiver Heron Azevedo, atualmente no João Pessoa Espectros e o linebacker Igor Mota, do Sada Cruzeiro. Embora a grande experiência dos dois em campo, o jogador mais velho da lista é o safety Marcos Rocha, do Coritiba Crocodilles, com 33 anos.

Com os 28 estreantes em participações na seleção (Edilson Asevedo não esteve no mundial, mas participou do jogo contra o Panamá), a média de idade dos atletas também diminuiu. De 27 anos no mundial, para 26 da lista atual. Levando em consideração o anúncio do campeonato de seleções sub-19 para janeiro de 2018, o que dará mais visibilidade a jogadores mais jovens, a média tende a diminuir nos próximos anos.

Dos convocados para dezembro, os mais jovens são os linebackers Guilherme Santana (Recife Mariners), Ryan David (Sada Cruzeiro) e Gabriel Pitta (Lusa Lions), com 18, 19 e 20 anos, respectivamente.

Times

Em relação as times representados pela lista, apenas um segue como soberano. Assim com em 2015, o João Pessoa Espectros continua como o time com mais atletas selecionados. De sete nos EUA, para nove em BH. Assim com os Espectros, Sada Cruzeiro e Timbó Rex levarão, pela primeira vez, nove jogadores cada. O alto número de jogadores escolhidos, é  fruto da excelência dos trabalhos de base promovidos pelos coach Amadeo Salvador (T-Rex) e Daniel Levy (Sada).

Logo em seguida aparecem Patriotas FA, com três jogadores e Cuiabá Arsenal, Flamengo FA e Tritões com dois. Tendo a segunda maior delegação no mundial, com seis jogadores, o Coritiba Crocodiles teve apenas um jogador selecionado para esse amistoso.

Ranking de times Nº de Convocados
João Pessoa Espectros 9
Sada Cruzeiro 9
Timbó Rex 9
Patriotas FA 3
Tritões FA 2
Flamengo Imperadores 2
Cuiabá Arsenal 2
Ceará Caçadores 1
Coritiba Crocodiles 1
Lusa Lions 1
Palmeiras Locomotives 1
Recife Mariners 1
Santa Maria Soldiers 1
São José Istepôs 1
São Paulo Storm 1
Tubarões do Cerrado 1

Estados

Entre as unidade federativas, considerando onde cada atleta atua e não seu estado de origem, Santa Catarina é o estado que conta com mais jogadores (10). Em seguida os nove atletas de Sada e Espectros, representando os estados de Minas Gerais e Paraíba, e o Rio de Janeiro com cinco. Em relação a 2015, mais três estados ganharam representações: Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Pernambuco, contabilizando doze ao todo.

Ranking de Estados  Nº de Convocados
Santa Catarina 10
Paraíba 9
Minas Gerais 9
Rio de Janeiro 5
São Paulo 3
Espírito Santo 2
Mato Grosso 2
Ceará 1
Paraná 1
Pernambuco 1
Rio Grande do Sul 1
Distrito Federal 1

O “intruso”

Como era de se esperar, o alto nível técnico da BFA também serviu como janela para os coordenadores e coachs, e muitos jogadores em grande fase na competição nacional foram recompensados com vagas inéditas. Mas apenas um jogador contrariou essa lógica.

Branco Menezes foi uma das grandes revelações do FABr nos últimos anos e foi peça fundamental no ataque do Corinthians Steamrollers na campanha do vice campeonato da SPFL, neste primeiro semestre. Em junho, através de uma movimentação inesperada, o Palmeiras Locomotives trouxe, além de Branco, mais seis jogadores do rival alvinegro para compor o time para a Liga Nacional.

Mesmo sem conseguir repetir na Liga Nacional o grande desempenho do primeiro semestre, Branco conseguiu impressionar os coachs da seleção e garantiu uma das três vagas para running back. Com isso, o jogador se tornou, além de único representante da divisão de acesso, o primeiro representante do alviverde paulista na história da seleção nacional.

Números gerais da seleção

Jogador mais velho: S Marcos Rocha (Coritiba Crocodilles) 33 anos
Jogador mais novo: LB Guilherme Santana (Recife Mariners) 18 anos
Jogador mais alto: OL Lenin Albuquerque (João Pessoa Espectros) 2,03 metros
Jogador mais baixo: LB Igor Mota (Sada Cruzeiro) 1,71 metro
Jogador mais pesado: DT Caião Pereira (T-Rex) 145 kg
Jogador mais leve: ST Rudá de Andrade (Patriotas FA) 70 kg

O evento

Experientes, novatos, de diversos times, regiões, idades e pesos diferentes. Esses serão os responsáveis por carregar a bandeira do Brasil e do futebol americano nacional, dia 16 de dezembro, no Estádio do Mineirão, a partir das 16h.

Além do público presente, que segundo os organizadores, pode chegar a 30.000 pessoas, quase o dobro do atual recorde de público da modalidade, os fãs do FABR também poderão acompanhar esse confronto histórico ao vivo pela ESPN, uma das principais divulgadoras do esporte no Brasil e que assim com no mundial, levará novamente o nome do Brasil Onças para os todos os fãs do futebol americano.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here