Por chance de classificação, Corinthians enfrenta Cruzeiro

0
99
O quarterback Matheus Torres teve duas lesões entre a final da SPFL, ilustrada na foto de Chiarini Jr, e a partida deste próximo domingo, quando será titular contra o Sada Cruzeiro. Foto: Chiarini Junior

Neste domingo (10), Corinthians Steamrollers recebe em seus domínios o Sada Cruzeiro, equipe mineira que ainda está invicta na temporada 2017. O jogo é válido pela Conferência Sudeste da Brasil Futebol Americano em uma disputa direta pelo Grupo Oeste.

Dificuldades e reformulação visando 2018

O Corinthians Steamrollers, assim como o Lusa Lions, teve um calendário mais apertado na temporada regular da BFA, já que ambos os times se enfrentaram na final da SPFL, no dia 06 de agosto. Com isso, o alvinegro faz seu terceiro jogo na competição nacional em menos de um mês.

“Nós tivemos inúmeras dificuldades neste início da BFA, calendário apertado, espremido junto a final da SPFL. Tivemos alteração na tabela, pois iríamos estrear contra o Santos, e sabíamos que poderíamos vencê-los e isso daria uma outra motivação para a equipe na continuidade da maratona de jogos que teríamos. Somado a isso, tivemos problemas com lesão de alguns atletas importantes dentro da equipe”, afirmou Vinicius Menezes, head coach do Corinthians Steamrollers.

Os paulistas também passam por uma reformulação em seu elenco, com diversos jogadores que acabaram de entrar para a equipe principal. Além de algumas perdas consideráveis entre temporadas, a comissão alvinegra reconhece que o foco é em um projeto de médio a longo prazo.

“Temos diversos atletas que passaram na seletiva do começo do ano e faziam parte da equipe de desenvolvimento, que foram integrados a equipe principal, além de tantos outros em formação que já estavam desde o começo do ano, o que nos torna uma equipe ainda em formação e com pouca maturidade do jogo em si. Mas nossos objetivos estão no médio e longo prazo; os de curto prazo foram todos alcançados e uma vitória frente a uma equipe favorita a estar na final da BFA, com certeza será muito comemorada”, declarou Vinicius Menezes.

Mesmo com todas as dificuldades, para o Corinthians Steamrollers ainda existem probabilidades matemáticas da equipe conseguir avançar para os playoffs, dependendo de resultados de outras equipes na temporada regular.

Victor “Mega” em vitória do Sada Cruzeiro, contra o Flamengo Imperadores. Créditos: Chiarini Junior

Reencontros e classificação

Além da importância do confronto para o Sada Cruzeiro chegar a sua quarta vitória e se classificar antecipadamente para os playoffs da Brasil Futebol Americano, o duelo contra o Corinthians Steamrollers também marca o reencontro de Victor Hugo “Mega” com a equipe em que jogou até o ano de 2016. Para o atleta, a ansiedade não deve afetá-lo contra o ex-time.

“Uma situação única no futebol americano, mas já vivi isso antigamente no basquete, então a ansiedade e o coração estão tranquilos. Tive uma saída tranquila do time, tive uma história lá e continuo tendo muitos amigos no Steamrollers, e vai ser bom vê-los novamente. O esporte é assim”, afirmou Victor Hugo “Mega”, wide receiver do Sada Cruzeiro.

Ainda sem saber o que é ser derrotado na temporada 2017, o Sada Cruzeiro sabe da importância da partida deste final de semana contra o Corinthians, até mesmo para manter as chances vivas do time se classificar em primeiro de seu grupo e garantir o mando de campo no primeiro jogo da próxima fase.

“O foco na temporada regular tem a ver com a maturidade e responsabilidade do trabalho que o coach Dan Levy vem fazendo cmo o grupo. Cada treino é um desafio, uma oportunidade de você ser a melhor versão de você mesmo em campo. A cada jogada, cada drive, cada treino. O que importa é agora. Ganhe a jogada, ganhe o dia”, declarou Victor Hugo “Mega”, wide receiver do Sada Cruzeiro.

 

Serviço

Ninho do Corvo – Guarulhos/SP

Domingo – 10/09 – 10 horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here