Em clássico eletrizante, Storm surpreende a Lusa

0
98
O wide-receiver Jesus (de vermelho) sofre forte marcação da defesa do São Paulo Storm. Foto: Chiarini Jr.

Nas duas últimas edições da SPFL e também na Superliga do ano passado, o São Paulo Storm não conseguiu derrotar a Lusa Lions; o favoritismo no jogo de hoje estava claro para o time de vermelho. Só que desta vez, o Storm não saiu derrotado, derrotou a rival em um 14 a 13 extremamente equilibrado, com o time azul surpreendendo com um bom jogo aéreo, reforçado com o excelente wide-receiver Luiz Domingues e vencendo pela primeira vez na BFA.

Já a Lusa conheceu sua primeira derrota, está com uma campanha 3-1, e perdeu a chance de garantir a classificação antecipada para os playoffs na Conferência Sudeste, junto a Sada Cruzeiro e Patriotas. As duas últimas vagas ficarão na disputa direta entre Botafogo Reptiles, Tritões e a própria Lusa*.

*em versão anterior, informamos que o Storm ainda tinha chance de chegar aos playoffs, mas mesmo em cenários de empates triplos, o time paulista não tem mais chances nos critérios de desempate.

O jogo

O primeiro quarto foi dominado pelas defesas das duas equipes e não conheceu outro número que não fosse o zero. A movimentação no placar veio no agitado segundo quarto, com a Lusa saindo na frente na já conhecida e tradicional conexão entre o quarterback Catullo Góes e o wide-receiver Vinícius Seiya. O Storm respondeu com boa jogada do running back Finex, empatando o jogo. O desempate antes do fim do primeiro tempo veio com outro running back, Francês, este da Lusa Lions. Com apenas um extra-point convertido, a Lusa liderava até ali por 13 a 07.

Na volta do intervalo, a Lusa Lions tentou ampliar em field goal de Renan “Buzz”, não convertido. Na sequência, o Storm virou o jogo em campanha marcada pela dupla Nicholas Lobo (QB) e Luiz Domingues (WR): 14 a 13.

No último quarto, Buzz teve nova chance de field goal; de novo, desperdiçada. No que parecia uma repetição do terceiro quarto, o Storm chegou à redzone, mas perdeu a bola em fumble recuperado pela Lusa Lions. Em campanha truncada pela forte defesa do Storm, a Lusa chegou ao campo de ataque com bom passe de Catullo para Jesus.

Faltando menos de dois minutos, a Lusa Lions soube administrar seu avanço e os timeouts e, faltando 20 segundos, o running back back Johnny deixou a Lusa na jarda um do campo de ataque. A defesa do Storm foi extremamente competente e parou Catullo na última jogada, com um lindo sack.

O que vem por aí

A Lusa ainda tem em sua agenda a partida contra o Tritões, onde só a vitória interessa aos paulistas e também aos capixabas. Já o Storm tem ainda pela frente Minas Locomotiva e o clássico contra o Corinthians Steamrollers para encerrar sua participação no campeonato

> Confira o panorama da Conf. Sudeste da BFA

COMPARTILHAR
Artigo anteriorStorm enfrenta Lusa em busca de primeira vitória na BFA
Próximo artigoMariners se classifica e tira chances de playoffs do Bulls
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here