Crocodiles e T-Rex fazem “treino de luxo” em Curitiba

0
192
Drew Hill revisita o campo onde sofreu uma fratura no braço direito. Foto: Camila Peixer

Já classificados para os playoffs da Conferência Sul da BFA, provavelmente Crocodiles e T-Rex voltarão a se enfrentar logo na primeira partida do mata-mata. Isso porque para sair da terceira colocação os paranaenses terão que derrotar os catarinenses e torcer para que os rivais estaduais percam em Caxias do Sul. Por isso, a partida deste domingo, às 14h no Complexo Brown Spiders, pode ser considerada um treino de luxo entre os dois times.

Um jogo de testes

As duas equipes confirmam a oportunidade de fazer testes em um jogo que tem poucas chances de mudar o destino de ambas na BFA. “Nossa expectativa é de que haverá alguns testes e bastante rotatividade em ambos os elencos. É uma boa oportunidade não apenas de testar elementos táticos, mas também jogadores. Temos vários atletas que esperam uma oportunidade de se provar e poder mostrar bons resultados em campo e talvez nesse domingo possamos ver isso”, afirmou Fernando Alves, coordenador defensivo do Coritiba Crocodiles.

O recém-efetivado head coach dos atuais bicampeões brasileiros, o também linha ofensiva Breno Takahashi também confirma, com certa cautela, a partida em tom de “treino de luxo”: “Eu diria que pode ser bom, mas ao mesmo tempo pode ser perigoso. É o jogo de entrada para os playoffs. Precisamos ter cuidado, pois o T-Rex precisa ditar o ritmo. Estamos treinando forte, respeitando a qualidade do Croco. O melhor que podemos oferecer para eles é nosso 100%”.

Lembrança ruim que turbina

A partida é praticamente uma reprise do primeiro encontro dos dois times, no último jogo de ambas na fase regular da Superliga 2016. Naquele jogo, os catarinenses perderam  dois quarterbacks Bassani, lesionado ainda no primeiro quarto, e Drew Hill, que quebrou o braço no começo do último quarto.

“Acordei essa semana bastante irritado e não sabia porquê. E depois me dei conta de que é pelo jogo em Curitiba, onde me lesionei. Então transformei a raiva em energia para os treinos e deixei passar. Estaremos todos turbinados pois é um jogo de futebol americano, contra o Croco e também mais uma oportunidade de defender o manto do Rex”, explicou o americano Drew Hill, que já atuou neste ano como quarterback, wide-receiver e defensive back.

Confira o compacto da partida do ano passado entre Crocodiles e T-Rex em Curitiba

Serviço – Coritiba Crocodiles x T-Rex

Quando: Domingo, 01/10, às 14h

Onde: Complexo Brown Spiders

Quanto: R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia)

COMPARTILHAR
Artigo anterior“Inimigos” íntimos, Istepôs e Soldiers cumprem tabela
Próximo artigoAGENDA FABR: 30 de Setembro e 1º de Outubro
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here