Tubarões vence jogo histórico no Mané Garrincha

2
272
A forte defesa do Tubarões do Cerrado posa para foto. Foto: Victor Francisco/Salão Oval

O Estádio Nacional em Brasília, mais conhecido como Mané Garrincha, foi o sétimo estádio da Copa do Mundo a receber uma partida oficial de futebol americano. E quem venceu este jogo histórico pela BFA no sábado, dia 12 de agosto de 2017, foi o Tubarões do Cerrado em cima do Goiânia Rednecks pelo placar de 29 a 00.

O jogo

A partida começou com um 3&out do Goiânia Rednecks. Após o punt, o Tubarões do Cerrado avançou até o campo de ataque com bonitos avanços do QB Brunnigga e do RB Florêncio. No entanto, já na jarda 39 do ataque, Florêncio sofreu fumble, recuperado pelo estreante americano (LB) Marquis Dobbs. O Rednecks, no entanto, não aproveitou o turnover. O script se repetiu, e agora sem perder a bola, o Tubarões chegou até a endzone, com o running back Hitman fazendo o touchdown e mais uma conversão de dois pontos (08 a 00 Tubarões).

No retorno do Rednecks, a jogada mais polêmica do jogo: uma falta foi marcada e o apito inadivertido impediu o touchdown de um dos gêmeos do elenco, B2, e um possível empate do time visitante.

Ainda no primeiro quarto, uma interceptação de Joshua Cunha deixou o Tubarões já na redzone e, de novo com uma jogada de goal line, desta vez o running back Florêncio ampliou, com extra-point garantido por Victor Fialho.

Antes do fim do segundo quarto, a defesa do Tubarões garantiu que tudo permanecesse igual, com belas ações individuais, como este sack do americano James Springfield.

O terceiro quarto foi ainda mais dominado pelo setor terrestre do Tubarões, com a entrada do linha defensiva James Springfield como fullback para ajudar a abrir espaços para os perigosos running backs do Tubarões. E o mais perigoso deles na noite, Fellipe Florêncio, marcou novamente.

O último quarto começou com o Rednecks avançando com bons passes para o wide-receiver B2. Mas tudo parou com a bonita interceptação do linebacker do time azul, Pedro Nakamura. Com a bola, o Tubarões administrou a partida até o final, marcando mais um touchdown no último lance do jogo, no passe do QB reserva Thiago Lopes para o WR Sedrick, xp de Victor Fialho: 29 a 00 para o time da casa, placar final.

> O que vem por aí para o Tubarões

> O que vem por aí para o Rednecks

Assine nosso canal no Youtube para os próximos uploads desta partida, com o compacto e várias entrevistas: www.youtube.com/salaooval

Entrevista Fellipe Florêncio

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorArsenal vence e é o 1º classificado aos playoffs
Próximo artigoPLACAR FABR – 12 e 13 de Agosto
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

2 COMENTÁRIOS

  1. Sobre os inúmeros erros da arbitragem esqueceram de falar também sobre a expulsão do jogador do time errado. Expulsaram jogador do Rednecks (quando deveria tomar apenas uma Conduta Antidesportiva) e não expulsaram o jogador do TdC, no mesmo lance por briga, ao dar um forte empurrão em um jogador do Rednecks em situação de bola morta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here