T-Rex vence e complica o Brown Spiders

0
65
A terceira vitória do T-Rex na BFA foi obtida em um campo castigado pelas chuvas em Curitiba. Foto: FPFA

Nem o gramado pesado, a ausência de seu head coach Amadeo Salvador na sideline ou a aguerrida defesa do Brown Spiders impediu mais uma vitória do atual bicampeão brasileiro em Curitiba. O time da casa até saiu na frente com um field goal, mas o terceiro triunfo em três partidas do T-Rex foi atingido com o placar de 30 a 03.

Enquanto o time de Santa Catarina está com sua classificação para os playoffs muito bem encaminhada, o Brown Spiders está muito perto da eliminação na Conferência Sul, onde o Juventude já está fora. O famoso BS tem que vencer o Crocodiles por 12 pontos ou mais e torcer por um cenário de triplo empate em 2-4 com o antigo rival e mais o São José Istepôs para continuar a ter chances.

O Santa Maria Soldiers, que ganhou do Paraná HP no jogo da manhã, é o primeiro classificado aos playoffs na região.

O jogo

Assim como no jogo da manhã no Complexo Esportivo Brown Spiders, a primeira campanha do Rex foi marcada por um fumble, perdido pelo quarterback Bassani e recuperado pelos donos da casa. O Brown Spiders aproveitou o turnover e converteu um field goal com Fracaro: 3 a 0, marcando a primeira vez que o T-Rex fica atrás no placar em competições nacionais deste o primeiro tempo do Brasil Bowl contra o Flamengo.

As condições úmidas do campo continuaram a fazer efeito no próximo drive do Brown Spiders, que em um snap errado sofreu um safety e deixou o placar em 3 a 2. Após chute, o Rex continuou ataque e em uma entrega de bola para o wide-receiver Guilherme Meurer virou o jogo para os catarinenses: 9 a 3.

Pressionados pelas fortes defesas e com a situação do gramado, os ataques não permaneciam muito em campo. Já no segundo quarto, o quarterback Hulyan, tentando mudar o jogo, buscou um passe longo e acabou interceptado pela secundária bicampeã brasileira.

Na sequência, o Rex saiu pressionado pela defesa do Brown Spiders, Bassani escapou de um safety, mas fora da endzone, deixou a bola escapar e o linebacker Igor Nardini recuperou a bola e deixou o time da casa na jarda nove de ataque. Mas o show de erros continuou, com um snap que empurrou os curitibanos para a linha de 30 jardas.

Com os quartos reduzidos para dez minutos devido às condições do gramado, a partida moveu-se rapidamente para o fim da primeira etapa. Mas o segundo quarto ainda viu um field goal frustrado por parte do Brown Spiders, uma lesão que tirou o QB Hulyan da partida e um lindo avanço do RB Nazgul, que deixou o Rex na redzone. O aproveitamento não aconteceu por parte dos catarinenses.

Se o segundo quarto não teve pontuação, o terceiro já começou com Carlos “Black” entrando na endzone paranaense, o quinto do Jogador Salão Oval do Mês de Julho. Com a conversão do extra-point por Diego Boddenberg, o Rex amplio para 16 a 03.

Os melhores momentos do Brown Spiders na partida foram aproveitando os erros cometidos pelo Rex diante das dificuldades do gramado. E novamente, ocorreram dois fumbles recuperados pelo time da casa – um no meio do terceiro quarto; outro no início da etapa derradeira.

Nesta segunda oportunidade, com o novo QB, Anderson Candiotto, o Brown Spiders quase marcou com um passe na endzone para o WR Athos Daniel. Os curitibanos tentaram até a quarta descida, mas não conseguiram pontuar.

A resposta do Rex foram duas big plays que colocaram o time na jarda cinco da endzone. O passe completo para Drew Hill e o chute mais uma vez certeiro de Diego Boddenberg ampliaram a vantagem para 23 a 03. O T-Rex ainda ampliou a vitória para 30 a 03 com uma linda corrida de 58 jardas do quarterback Bassani (com xp bom de Boddenberg).

O que vem por aí

Para o T-Rex, a próxima partida é desafio dos invictos contra o Santa Maria Soldiers. Já o Brown Spiders terá um jogo com muita motivação: o clássico contra o Coritiba Crocodiles.

Pontuadores

Brown Spiders: Field Goal de Fracaro.

Rex: Guilherme Meurer (correndo), Carlos Black (correndo), Drew (recebendo),Bassani (correndo), XPs 4/4 de Diego Boddenberg, além de um safety (bad snap do Brown Spiders).

> Confira o panorama da Conferência Sul

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEm campo pesado, Soldiers derrota HP e avança para os playoffs
Próximo artigoEspectros vence e é o primeiro classificado da Conferência Nordeste
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here