Pensando em Sinop, Predadores recebe Tubarões

0
71
As possibilidades são oito ou oitenta para o Predadores na partida deste sábado. Foto: Kurt Peters

Neste sábado (26), o Campo Grande Predadores receberá no Centro Olímpico Vila Nasser o Tubarões do Cerrado para uma partida que poderá definir a vida das equipes na Brasil Futebol Americano.

Com a necessidade de vencer para não precisar depender de outros resultados para se manter na elite do futebol americano nacional, o Campo Grande Predadores buscará afastar o fantasma da Liga Nacional 2018 e, de quebra, carimbar sua passagem para a próxima fase da competição.

Jogo corrido acima da curva

O Tubarões do Cerrado mostrou em seus dois primeiros jogos da Brasil Futebol Americano que o seu jogo corrido está no caminho certo para ser considerado um dos melhores do país. Em ambas as ocasiões as avançadas terrestres foram os destaques positivos dos brasilienses.

Para o presidente do Tubarões do Cerrado, Victor Fialho, a representatividade do jogo corrido no setor ofensivo do time sempre foi muito significativa, mas a vinda de Florêncio agregou diversidade ao rol de bons corredores da equipe.

“Na história do TdC, o jogo corrido é sempre muito forte, e o Florêncio é mais uma grande peça nesse sistema, ele corre bem e com muita intensidade, quebra muitos tackles e isso agrega sempre, temos excelentes RBs cada um com a sua característica, o Hitman por exemplo: é veloz, com boa leitura dos gaps e com excelente footwork. Isso tudo aliado é claro com uma OL muito bem treinada, física e muito explosiva”, afirmou Fialho.

Rebaixamento ou playoffs?

A vida do Campo Grande Predadores na Brasil Futebol Americano ainda está indefinida. Dependendo do resultado da partida deste sábado, a equipe pode cravar sua ida aos playoffs da competição ou ficar bem próximo do rebaixamento.

Alisson Santos, presidente do Campo Grande Predadores, classifica o confronto como um dos mais difíceis da temporada regular e acredita que o nível do Tubarões do Cerrado está muito próximo do Cuiabá Arsenal, duelo que o Predadores perdeu por 38 a 00.

“Esperamos um time muito forte. No meu modo de ver, o Tubarões foi o time mais forte que enfrentamos no ano passado. Estudamos e adaptamos o playbook da defesa para o ataque dos brasilienses e esperamos um nível muito forte, como foi o confronto contra o Arsenal. Se o Sinop perder nessa rodada, vamos automaticamente para a próxima fase. Se o Coyotes vencer, aí a disputa vai para o saldo de pontos e há o risco de rebaixamento para a Liga Nacional”, explicou Alisson.

> Confira o panorama da Conferência Centro-Oeste da BFA

Serviço

Campo Grande Predadores x Tubarões do Cerrado

Sábado 26/08 – 14 horas

Complexo Poliesportivo da Vila Nasser – Campo Grande/MS

Entrada gratuita

Créditos – Kurt Peters

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEm partida decisiva, Coyotes e Rednecks jogam em Sinop
Próximo artigo“Nações” do soccer, Imperadores e Steamrollers querem brilhar na TV
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here