Em campo pesado, Soldiers derrota HP e avança para os playoffs

1
95
O campo pesado no Complexo Esportivo Brown Spiders transformou o jogo em um festival de fumbles, no primeiro tempo, e de punts, no segundo. Na última campanha da partida, um field goal deu a vitória ao Soldiers por 3 a 0 na disputa da fase regular. Foto: FPFA

Os limites parecem cair sempre que aparecem na frente da equipe do Santa Maria Soldiers. O time que veio da segunda divisão nacional, que conquistou dois títulos gaúchos consecutivos, veio para a elite do futebol americano com moral, mas parece que não se contenta apenas com isso.

Fazendo parte da Conferência mais forte da BFA, o time do interior do Rio Grande do Sul derrotou em Curitiba o campeão paranaense, o Paraná HP, por 3 a 0, em partida marcada pelo campo pesado devido às chuvas ininterruptas na cidade.

Com o resultado, o time completa a trinca de vitórias contra todos os times do Paraná, além do triunfo inicial contra o Juventude, e se classsifica para os playoffs do Campeonato Brasileiro, além de permanecer 13 jogos invicto. O Paraná HP fica com 1-2 e está pressionado pela possibilidade de ficar de fora dos playoffs.

O jogo

Com o gramado bastante prejudicado pela chuva, a arbitragem decidiu diminuir a duração dos quartos de 12 para dez minutos. E logo no retorno, o efeito chuva já se fez presente, com um fumble gaúcho recuperado pelo próprio Soldiers.

E se diante de circunstâncias normais o running back Guilherme Busanello já é o protagonista do ataque do time de Santa Maria, com o tempo chuvoso ele foi a escolha para os avanços gaúchos. Do lado do HP, a escolha de quarterback foi para o americano Elijah Freeman, mais pesado que Matheus Rosa, e que acionou o running back Bauer nas primeiras campanhas.

Em um punt em que o Soldiers estava pressionado na defesa, um fumble recuperado pela equipe visitante garantiu a continuidade do ataque antes do final do primeiro quarto de jogo.

O começo do segundo quarto reservou o retorno da bola aos paranaenses, em fumble recuperado pelo presidente e linebacker Max. No campo de ataque, Elijah não controlou a bola, mas recuperou o fumble e foi tackleado para grande perda de jardas pelo onipresente Vinícius Zanon.

O festival de fumbles foi substituído pelo festival de punts. Em uma posição de campo bastante pressionada, com o quarterback Douglas Rodrigues já dentro da endzone, o Soldiers pediu um timeout e retornou para um punt surpresa, realizado na terceira descida, retirando a pressão dos gaúchos. Na sequência, o HP também surpreendeu com um passe completo para o seu principal wide-receiver Molina, que, no entanto, sofreu um fumble, recuperado pelo Soldiers. Sem tempo para o desenvolvimento de quaisquer jogadas notáveis, o primeiro tempo encerrou-se em 0 a 0.

No começo do terceiro quarto, os fumbles sumiram e a dupla de running backs Taurus e Bauer colocaram o Paraná HP na redzone. No entanto, uma falta por conduta antidesportiva do QB Elijah Freeman fez o time da casa recuar 15 jardas. O jeito de tentar tirar o zero do placar foi então com o field goal de Lucas Copi, em um chute de 36 jardas que não feliz, mas uma falta deu nova chance ao HP. Na nova tentativa, um fake field goal foi mal executado e o zero permaneceu no placar.

No último quarto, os punts continuaram sendo a saída das equipes às pressões realizadas por suas fortes defesas. Na jogada de mais destaque para o avanço dos times, o QB americano Elijah Freeman correu 25 jarda para colocar o HP no ataque, no entanto, faltas prejudicaram o avanço. Já dentro dos dois minutos finais, o Santa Maria Soldiers avançou e soube controlar o relógio para Fabrício Santana chutar um field goal e finalmente tirar o zero do placar: 3 a 0.

O que vem por aí

Classificado e invicto em quatro partidas, o Soldiers terá mais um incrível desafio em casa contra o bicampeão brasileiro, o T-Rex. Já o Paraná HP recebe o Istepôs buscando uma vitória para continuar com boa perspectiva de chegar à próxima fase.

> Confira o panorama da Conferência Sul da BFA

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEm jogo épico, Cavalaria vence Petroleiros e sonha com os playoffs
Próximo artigoT-Rex vence e complica o Brown Spiders
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here