Black Hawks aplica a maior pontuação de sua história

0
164
Foto: Página Facebook São Leopoldo Mustangs.

Neste domingo (30), a equipe catarinense do Black Hawks aplicou o maior placar de sua história (4 anos e 5 meses) ao vencer o São Leopoldo Mustangs por 82×00. Foi a segunda partida do time de Gaspar na Liga Nacional; na primeira, venceram o Bento Gonçalves Snakes em casa por 34 a 07; já os Mustangs fizeram a sua estreia na Liga.

O Jogo

Já no kickoff, o Black Hawks mostrou que não daria chances ao time de São Leopoldo quando o presidente da equipe, Diogo Mafra, que voltava aos gramados depois de dois anos e dois meses sem atuar, recuperou um fumble do retornador dos Mustangs e deixou o ataque já na redzone. O reforço mexicano Rodrigo Ríos não desperdiçou a oportunidade e, na primeira descida, correu para abrir o placar. Na sequência do quarto, a defesa de Gaspar conseguiu forçar uma 4ª descida dos Mustangs e, após um bad snap, o punter correu e conquistou aquele que viria a ser o único first down da equipe gaúcha na partida.

Não demorou muito para o Black Hawks recuperar a posse da bola e aumentar o placar com o QB Carraro, que fez uma linda corrida de 65 jardas até a endzone. No kickoff, o Special Teams de São Leopoldo vacilou novamente e a bola foi recuperada pelo time de chute do Black Hawks. O ataque entrou novamente em campo e não desperdiçou a oportunidade, marcando com o RB Denis em mais uma corrida. Antes do final do quarto, o mexicano Ríos fez mais um touchdown, novamente correndo.

A partida já estava 25×00 quando o 2/4 começou e o Black Hawks voltou a marcar e pela primeira vez através do seu ataque aéreo, depois de um bom passe do QB Carraro para o WR Quintino. Além da boa atuação em todas as unidades, o coach Rodolfo “Negro” Ruiz tentou muitas trick plays, principalmente em conversões de dois pontos. Após o TD de Quintino, o Kicker Lessa recebeu o snap e correu reto passando pelas linhas direto para a endzone. Ainda no 2/4, o mexicano Ríos passou a jogar de QB e conseguiu conectar com o WR Gilette para mais um touchdown e, na conversão de dois pontos, o kicker Lessa também deu uma de quarterback e lançou para Quintino ampliar o placar.  Antes do final do 1º tempo, Gaspar conseguiu forçar um safety após um bad snap dos Mustangs e marcar mais uma vez depois de uma bela option executada pelo mexicano Ríos, que fez o pitch para o RB Franklin, que recebeu a bola e só foi parar dentro da endzone, deixando o placar em 50 a 00.

No começo do 2º tempo a história da partida não mudou: a defesa gasparense continuou não dando chances ao ataque dos Mustangs e toda unidade ofensiva do Black Hawks manteve o bom desempenho. O WR Caveira, que costuma receber bons passes do QB Carraro, desta vez recebeu a bola em uma corrida lateral e conseguiu passar por toda a defesa de São Leopoldo, marcando mais uma vez para Gaspar. O RB Denis Coelho marcou o seu 2º no jogo com mais uma corrida ainda no terceiro quarto, que terminou 63×00.

No último quarto da partida, o retornador Billy, que já havia conquistado muitas jardas durante o jogo, consagrou sua boa atuação com um retorno de punt para touchdown. O 3º quarterback do Black Hawks, Vitor Hugo, mais conhecido como Cris, entrou e mostrou que está pronto para atuar, caso seja necessário: após uma interceptação da defesa, que deixou o ataque na redzone, em sua primeira participação, conseguiu conectar um bom passe para o WR Gilette marcar seu 2º no jogo. No lance final do jogo, o time de São Leopoldo tentou lançar um passe profundo e foi interceptado pelo excelente Safety #33 Piá, que correu até o final do campo computando uma pick six para sua carreira e dando números finais à partida.

Final: São Leopoldo Mustangs 00 x 82 Black Hawks

Na próxima rodada os catarinenses recebem os gaúchos do Porto Alegre Gorillas no dia 19 de Agosto em Gaspar, já o São Leopoldo Mustangs viajam até Criciúma para enfrentar os Miners que venceram a primeira partida na Liga Nacional e ficaram de Bye nesta rodada.

Crescente

O Gaspar Black Hawks é um dos times que mais cresce no Sul, com uma boa estrutura criada dentro e fora do campo. O objetivo sempre foi a disputa de um campeonato nacional e, finalmente, após quatro anos e cinco meses de existência (sem contar a a experiência anterior de muitos dos atletas quando o time se chamava Gaspar Devils), eles estão na Liga Nacional e ainda como um dos favoritos ao título.

Além da equipe adulta, o Black Hawks criou uma equipe de base e também categorias infantis de flags em colégios da cidade, ajudando a divulgar o futebol americano e também criar mais apaixonados pelo esporte, talvez isso explique a boa média de público e os investimentos dos patrocinadores, que estão permitindo ao presidente Diogo Mafra, a contratação de extrangeiros para fortalecer o elenco como é o caso do americano Damian Johnson e dos mexicanos Rodrigo Ríos e o treinador da equipe Rodolfo “Negro” Ruiz.

Foto: Facebook Black Hawks

 

Pontuadores:

Touchdowns:

#04 Rodrigo Ríos – 3 TD’s (Corridas)

#10 Denis Coelho – 2 TD’s (Corridas)

#82 Gilette – 02TD’s (Aéreos)

#09 Carraro – 01 TD (Corrida)

#40 Quintino – 01 TD (Aéreo)

#22 Franklin – 01 TD (Corrida)

#11 Caveira – 01 TD (Corrida)

# 29 Billy – 01 TD (Retorno)

#33 Piá – 01 TD (Pick Six)

 

XP’s

#06 Carlos Lessa (5)

 

Conversão 2 pontos

#40 Quintino (Aéreo)

#06   Carlos Lessa (Corrida)

 

Compacto do jogo:

https://www.youtube.com/watch?v=CFtMVoK_Mbs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here