CFL anuncia três brasileiros em seu Global Combine

0
782

A Canadian Football League divulgou nesta segunda (22), a lista dos 88 jogadores estrangeiros (fora EUA e Canadá) que foram convidados para o Global Combine temporada 2021. Na lista estão três brasileiros que participaram do Combine realizado ano passado em Belo Horizonte: Klaus Pais (Challengers) e Luis Polastri (T-Rex) conforme anunciados no dia do combine, e mais Ryan David (Galo FA) (que recebeu o convite posteriormente), terão a chance de serem draftados.

Resultado da parceria entre CBFA e CFL, o primeiro combine foi realizado há um ano na cidade de Belo Horizonte. Na ocasião dois jogadores foram convidados para o Global Combine 2020, porém devido a pandemia a edição foi cancelada. Desde o início de 2021 o combine vem sendo realizado de forma virtual e com isso, mais um jogador confederado se junta a lista para representar o Brasil no CFL Global Draft que será realizado no dia 15 de abril.

> Confira a lista completa dos jogadores selecionados no CFL Global Combine

“Foi um ano muito difícil para todos. No combine em BH, nem imaginávamos tudo que estava por vir, mas me mantive firme, treinando com o Challengers e fazendo minha preparação física com o Chico Araújo que também é nosso Head Coach. O tão sonhado dia chegou e não vejo a hora de acordar e ser dia 15 de abril. (risos) Estou bem fisicamente, melhorei meus tempos de combine e agora é só aguardar o draft. Espero que esse dia seja só o começo de uma nova história para o nosso FABr”, destacou Klaus.

O Combine está em andamento de forma virtual. Os jogadores estão sendo avaliados e entrevistados de forma remota. No dia 15 de abril (quinta), no grande “Draft Day” da CFL, nove equipes, em quatro rodadas, anunciarão um total de 36 “Global Players”.

“Eu estou feliz com essa oportunidade. Vou apenas dar o meu melhor, fazer o que eu sei fazer e deixar o resto nas mãos de Deus, pois eu sei que Ele tem o melhor para mim”, apontou Ryan David, a novidade da lista
Foto: Thiago Munden

O caminho para fazer história

Até 2019, cada time podia ter em seu elenco no máximo um estrangeiro como active roster e até dois estrangeiros como practice. De 2020 em diante, esse número subiu para até dois como active roster e três para practice roster, ou seja, cada time pode ter até cinco estrangeiros. Mesmo não sendo draftado, ou até mesmo quem ficou de fora da lista do combine, ainda tem chance de ser chamado para o training camp.

Após o draft, está previsto o início dos training camps para segunda semana de maio com duração de três semanas. Antes do kickoff da temporada regular 2021, programado para 11 de junho (sexta), os times anunciarão seus rosters (active/practice).

“É muito bom começar a ver que a parceria da CBFA com CFL já está começando a dar frutos. Sabíamos que era uma parceria de suma importância para o crescimento do FABr, abrindo portas para nossos atletas na segunda maior liga de futebol americano no mundo. Estou muito feliz pelo Klaus, Polastri e Ryan. Estou na torcida de escutar seus nomes serem chamados no dia 15 de abril.  Aos demais atletas do FABR, essa conquista também demonstra a importância de se dedicar e de se esforçar cada vez mais para que cada um possa alcançar suas metas, assim como esses três estão tendo suas chances, outros terão também em um futuro breve”, comentou Felipe Pereira, Diretor Internacional da CBFA.

A CFL vem promovendo a internacionalização da liga e incentivando jogadores de outros países além da América do Norte a participarem de sua competição. Desde 2019, potências como México, Japão, Austrália, Alemanha, França entre outros países consolidaram essa parceria. Se o cenário permitir, de 2022 em diante haverá a volta do combine anual da CFL no Brasil para os atletas confederados.

Se Klaus, Polastri ou Ryan forem selecionados, serão os primeiros brasileiros na liga canadense. O Brasil atualmente conta com Cairo Santos (Chicago Bears) e Durval “Duzão” Queiroz (Miami Dolphins) na National Football League (NFL), dos EUA.

Com assessoria CBFA

Confira em nosso canal do Youtube a entrevista do ano passado com os selecionados

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFEPAFA e Governo de São Paulo fecham acordo para arena de futebol americano
Próximo artigoHistório: cinco brasileiros participaram do draft da CFL
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here