Amazonense: “Achamos que vale a pena, apesar do risco”

0
1

Após dois anos sem conseguir concluir seu tradicional campeonato estadual por total desinteligência das equipes, o Amazonas aposta na sua mais bem estruturada versão em meio à maior pandemia em mais de um século. Contando com o patrocínio do grupo de comunicação ACrítica, dos mais tradicionais do estado do norte do País, o campeonato terá a participação de quatro equipes: Manaus Cavaliers, Manaus Futebol Americano, Lobos FA e Projeto Futebol Americano. “É um parceiro comercial enorme aqui na cidade e que enxergou um produto que a gente queria que fosse visualizado há muito tempo”, declarou Renner Silva, dirigente do Manaus Broncos e um dos organizadores do campeonato.

Em entrevista ao Hangout do Salão Oval (abaixo), Renner Silva, garante que haverá protocolos de saúde baseados no estabelecido pela CBFA e que testes gratuitos fornecidos pelo governo estadual serão usados para estabelecer a decisão de jogadores, staff e árbitros poderão ou não participar das rodadas.

“Vale a pena correr o risco”

A confiança de que “vale a pena correr o risco” está no índice de prevalência de anticorpos do coronavírus na cidade de Manaus, onde 66% da população já pode ter sido infectada. “Todo mundo, em algum momento, vai pegar esse vírus”, acredita Renner. A imunidade de rebanho é contestada como segura por estudos internacionais, ainda mais em um cenário onde reinfecções começam a ser registradas em todo o mundo.

Fórmula do campeonato

Tabela dos jogos do Campeonato Amazonense de 2020
Fonte: FEFAAM

O campeonato seguirá a tradicional fórmula dos antigos estaduais do Amazonas: primeira fase com todos contra todos, o melhor colocado passando para a final e uma disputa entre o segundo e o terceiro colocados para decidir o outro finalista.

O campo da Vila Olímpica, ao lado da Arena Amazônia, será o palco das rodadas duplas de domingo, com jogos às 9h e às 14h. O campeonato, que tem previsão de começar no dia 8 de novembro, deve ter sua final, ainda em data a ser definida, disputa na Arena da Amazônia, palco de outra decisões estaduais e até mesmo regional, como a BFA Norte do ano passado (transmitida ao vivo pelo Salão Oval).

Confira a íntegra da entrevista de Renner Silva ao Salão Oval

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEspecial pandemia: as consequências na elite da BFA – Conferência Nordeste
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here