Flamengo anuncia retorno dos medalhões R40 e Mamão

0
187
Rômulo "R40" Ramos esteve presente no primeiro (no Uruguai, em 2007) e no mais recente jogo (em Belo Horizonte - foto) da Seleção Brasileira. Foto: Jayson Braga / Sideline Brasil

O esporte mundial está parado devido à pandemia causada pelo coronavírus, incluindo o Flamengo Imperadores, um dos times do futebol americano nacional com maior impacto midiático. Mesmo assim, a tradicional equipe carioca anunciou o retorno de dois dos mais experientes jogadores do esporte nacional: o quarterback Ramon “Mamão” Martire, que na temporada passada jogou no Coritiba Crocodiles, e o running back Rômulo “R40” Ramos, que retorna após nove anos de Vasco. Ambos tem grande histórico no esporte e fizeram parte da Seleção Brasileira e do Mundial de Ohio, em 2015.

Os dois jogadores já jogaram pela equipe em momentos diferentes. “R40” esteve no início do time, quando ainda se chamava Rio de Janeiro Imperadores e chegou a ser bicampeão brasileiro com a equipe carioca, em 2009 e 2011. “Mamão” comandou o ataque rubro-negro até a final do Torneio Touchdown em 2013, quando a equipe foi derrotada na épica final contra o Jaraguá Breakers. 

R40 retorna após nove anos

Além do Mundial, Rômulo Ramos, o “R40”, acumula mais de 10 anos com o Brasil Onças. O jogador esteve na primeira partida em 2007, e na última aparição do selecionado nacional, em 2017, no amistoso realizado no estádio Mineirão. Ramon também possui uma larga experiência vestindo a amarelinha, com inúmeras convocações e “camps” pela seleção.

Rômulo Ramos também destacou sua volta ao Imperadores em sua 18ª temporada no futebol americano: “Agradecer ao Coach Piter (Damascino) pela oportunidade de estar no time que eu comecei minha carreira. Feliz e animado de estar de volta ao Flamengo, de rever grandes amigos e ansioso pra voltar aos treinos. Expectativa é muito boa, espero poder ajudar o já forte elenco do Flamengo a conquistar muitas vitórias e campeonatos”. Ambos atuaram juntos no Vasco, então Patriotas. “Depois disso veio os convites e as conversas com grandes amigos como Ival, Piter, Jow, Mamão, e foi a motivação que estava faltando. Mudar de time é sempre complicado principalmente com o arquirrival, mas nesse momento eu pensei em mim e no que faria mais sentido. Saio do Vasco com grandes amigos, com muita história e com a sensação de dever cumprido e estou pronto pra uma nova jornada no Flamengo”, complementou.

R40 também destaca a tranquilidade de deixar o Vasco, que agora tem em Rodrigo “Pacquiao” um outro grande destaque no jogo corrido. “Com a chegada do Pacquiao, eu ficava mais relaxado, porque sei que ele iria dar conta do recado. Pacquiao tem um grande talento, joga muito, dedicado vai a todos os treinos sabe o playbook de trás pra frente, grande pessoa, amigo e parceiro, desejo a ele uma boa temporada e vida longa no Futebol Americano”, explicou.

Retorno com ainda mais experiência

Após passagens por Cruzeiro, Botafogo Reptiles e no ano passado, o Coritiba Crocodiles, Ramon Martire volta ao time onde sempre foi destaque. “Acredito que tenho muito a acrescentar voltando para o Imperadores pela minha experiência no futebol americano como atleta e coach. Espero poder ajudar os mais novos e contribuir com a comissão técnica para melhorar o desempenho do time. Sou muito competitivo e espero trazer essa energia para o time junto à minha experiência. Tendo isso somado ao talento dos atletas da equipe, tem tudo para dar certo”.

Ramon Martire foi um dos três quarterbacks da Seleção Brasileira no Mundial de Ohio, em 2015
Foto: Victor Francisco / Salão Oval

Planejamento em meio à quarentena

O Flamengo Imperadores aguarda o desenrolar da pandemia do novo coronavírus para voltar às atividades. Por enquanto, o time reforça para que as pessoas fiquem em casa e suspendeu todos os treinos até que a situação esteja controlada. A tabela da Liga BFA já foi divulgada, mas sofrerá mudanças de acordo com a própria gestão da competição.

O presidente Felipe “Cebola” destaca que a equipe, apesar a ausência física, não está parada: “Fazemos reuniões online de vídeo para tentar sanar essa falta dos nossos treinos. Vamos sair dessa melhor do que entramos, fortalecidos como time e família. E como vocês podem ver, também fazendo um trabalho fora de campo buscando novos e experientes jogadores para fazer um time cada vez mais competitivo”, destacou.

> Saiba mais sobre o Flamengo Imperadores em nossa página especial

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCBFA recomenda paralisação de campeonatos; SP e PR param
Próximo artigoDo Planalto à Califórnia: conheça a trajetória de Gabriella Evangelista
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here