FABR teve 30 campeões na temporada de 2019

0
291
As atletas do Silverhawks Amanda Ramos e Ester Alencar comemoram o título da BFA Feminina. Foto: Lakita Sodré / Salão Oval

A temporada 2020 vai começar e nada melhor do que olhar para a anterior para recapitularmos o principal fator de modalidade: o futebol americano nacional cresce em número de praticantes a cada ano. Segundo a CBFA, são mais de 18 mil praticantes no Brasil. E para motivar os praticantes, nada melhor do que competições e troféus para estimular os atletas, das mais variadas regiões do País.

Foram 30 competições em todo do Brasil, disputadas de Manaus a Santa Maria, de Cuiabá a João Pessoa, em todas regiões. E as principais responsáveis pelo crescimento não são as competições nacionais ou estaduais, já tradicionais, mas as regionais. Elas unem equipes ainda inexperientes ou em regiões isoladas – ou as duas características.

Campeões regionais

Em 2019, a novidade entre as competições regionais foi a Copa Oeste, que uniu três equipes próximas à fronteira da Argentina, no Oeste de Santa Catarina e Norte do Rio Grande do Sul. Mais experiente, com participações na Copa Fronteira (que une times paranaenses próximos à Argentina), o São Miguel Indians superou os novatos Erechim Coroados e Chapecó Badgers para ser o campeão.

Ainda no Sul, na já citada Copa Fronteira, o Cascavel Olympians foi o vencedor. No torneio regional mais tradicional, a Copa Sul, teve em sua 7ª edição o troféu erguido pelo sólido Itajaí Almirantes. E para dar experiência as suas equipes, a Federação Gaúcha promove nos segundo semestre a Copa RS, que em 2019 foi vencida pelo Carlos Barbosa Ximangos.

No já tradicional Torneio Velho Chico, o campeão foi novamente o Cavalaria 2 de Julho; outro baiano, ganhando experiência no cenário do FABR, o Santana Red Bulls conquistou a Copa Nordeste (3ª Divisão Regional).

No Sudeste, torneios de segundo semestre promovem o futebol americano em diferentes regiões. A Pick Six Cup agita a Grande São Paulo, o Vale do Paraíba e o litoral Norte paulista, com o invicto na temporada Barueri Guardians como campeão. Misturando São Paulo com Minas, a Copa Mogiana teve um campeão paulista – o Monte Alto Rippers.

Já na 100% mineira Copa Ouro, o Juiz de Fora Imperadores tenta recuperar o seu status o vencer a competição de segundo semestre da Federação Mineira de Futebol Americano. E completando os regionais, a Taça Rio foi conquistada pelo América Big Riders.

Campeões estaduais

Seguindo um calendário que espelha o futebol nacional, o futebol americano tem em seu primeiro semestre um momento em que os gramados tem suas linhas pintadas para as disputadas estaduais. Em 2019, foram 12 campeões estaduais, mostrando que o cenário do primeiro semestre está cada vez mais dominado por bolas ovais voando por aí.

Em disputadas com menos jogos, os campeões do Mato Grosso, Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul tiveram seus campeões. O Mato Grosso, o Cuiabá Arsenal teve uma disputa com o Sorriso Hornets em uma partida da BFA que valia em dobro; o Mato Grosso do Sul, um triangular foi vencido pelo mais experiente: o Campo Grande Predadores. E no Rio Grande do Norte, ida e volta entre UFERSA Petroleiros e Bulls Potiguares terminou com o time da capital Natal como o vencedor.

Nos mais tradicionais, o HP conquistou o Paraná pela terceira vez, enquanto o T-Rex confirmou o favoritismo no seu pentacampeonato em Santa Catarina. Ainda no Sul, o Santa Maria Soldiers não deu chances para ninguém entre os gaúchos.

No Distrito Federal, o Tubarões do Cerrado foi o predador dominante e campeão, enquanto Vasco Patriotas e Galo FA confirmaram o favoritismo contra os maiores rivais e levam os estaduais do Rio e de Minas Gerais.

E no maior estadual do País, com duas divisões, dois novos campeões na SPFL: o Barueri Guardians ganhou invicto a divisão de acesso (Série Ouro) e o Rio Preto Weilers fez uma final perfeita para levar a divisão de elite (Série Diamante) da competição paulista.

Campeões nacionais

E finalmente, as competições mais famosas do futebol americano nacional. O grande campeão do Brasil Bowl (com transmissão ao vivo da ESPN) foi o João Pessoa Espectros, levando o título da BFA Elite.

Entre as mulheres, as curitibanas do SilverHawks conseguiram uma virada fantástica para serem as campeãs da BFA. E no Norte, outra virada, do Manaus Broncos, com transmissão ao vivo do Salão Oval da BFA Norte.

Na categoria de base, tão importante para o crescimento do esporte, os paranaenses foram bicampeões; na BFA Acesso, as Conferências Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul foram conquistadas pelo Caruaru Wolves, Brasília V8, Rio Preto Weilers (segunda vez no ano campeão) e o tradicionalíssimo Brown Spiders.

A temporada 2020 do futebol americano nacional vem aí e você ficará sabendo de todos os detalhes aqui, no Salão Oval. Compartilhe nossos conteúdos e siga-nos em todas as nossas redes sociais:

> Site: http://www.salaooval.com.br/

> Facebook: https://www.facebook.com/salaooval/

> Twitter: https://twitter.com/SalaoOval

> Instagram: salaooval_fabr

> YouTube: www.youtube.com/salaooval 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCombine CFL: lista de atletas veio da NFL
Próximo artigoHomem de confiança do Rex, Boddenberg anuncia aposentadoria
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here