CBFA faz parceria com CFL, segunda maior liga do mundo

1
486
Mais um caminho para uma carreira profissional no esporte: jogadores brasileiros agora têm chances de atuar na liga canadense, a CFL Imagem: Divulgação

A Confederação Brasileira de Futebol Americano e a Canadian Football League (CFL) anunciaram nesta segunda uma parceria entre as entidades. O Brasil passará a fazer parte dos destinos dos combines internacionais promovidos pela CFL, o que dará chances para jogadores brasileiros fazerem parte da segunda maior liga de futebol americano do mundo (a de se considerar algumas diferenças táticas e técnicas do esporte praticado no Canadá –  como 12 jogadores em campo e três em vez de quatro descidas para o ataque avançar).

Os outros países que já têm acordos com a CFL e terão combines já a partir deste ano são: Áustria, Canadá, Grã-Bretanha, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália, Japão, México, Noruega e Suécia. Ainda não está previsto a realização de um no Brasil.

“Essa parceria com a CFL significa que cada vez mais o futebol americano do Brasil vem evoluindo e chamando atenção das principais ligas do mundo, um importante reconhecimento. E com essa parceria, além de gerar esse interesse, estamos criando oportunidades, para que todo o esforço e dedicação que cada jogador brasileiro tem para com o esporte, seja reconhecido”, explicou o diretor de Relações Internacionais da CBFA, Felipe Pereira.

Para o presidente da CBFA, Ítalo Mingoni, O Brasil está honrado em fazer parte da CFL. “Nosso trabalho em conjunto mostrará o talento e a habilidade dos jogadores brasileiros no cenário mundial e desenvolverá ainda mais as bases do jogo em nosso país. “Sem dúvidas, é uma grande emoção poder anunciar isso para a comunidade do FABR”, afirmou em comunicado oficial.

Ampliando a presença internacional

A CFL quer ampliar a presença de jogadores estrangeiros e cada um deles terá que ter um atleta estrangeiro no roster principal e outros dois no practice squad. O Brasil

A CFL pode ser também um caminho mais certificado para chegar à National Football League (NFL), dos EUA. Fazer sucesso no Canadá servirá para os jogadores ter um cartão de visitas para atuar na Meca do Futebol Americano –  com exemplos históricos de tais feitos.

A liga canadense tem nove times, divididos em duas conferências: Leste e Oeste.

> Saiba mais sobre a CFL no site da competição

COMPARTILHAR
Artigo anterior“Espaço único para treinadores”, Congresso chega à 4ª edição
Próximo artigoCom programação complementar, Congresso consagra troca de informações
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here