Dantas: “No Espectros, não dá pra separar muito a família da torcida”

0
372

Grande destaque do João Pessoa Espectros ao longo de sua história e responsável pelo touchdown com o cronômetro zerado no título brasileiro de 2015, Rodrigo Dantas vive um ano diferente em sua carreira. A lesão nos últimos instantes do Brasil Bowl de 2018 o tirou da temporada 2019 e agora, o quarterback assistiu, da sideline ou até mesmo fora da Paraíba, a campanha finalista da Liga BFA 2019.

Em entrevista ao Salão Oval, o jogador contou toda a sua história no esporte, com momentos marcantes como o começo do futebol americano de praia na Paraíba, o Mundial de 2015, o título brasileiro e também sobre as derrotas: “Acho que a gente ganha muita coisa com o futebol americano. Eu aprendi muita coisa na minha vida graças ao futebol americano. É uma escola para escancarar pra mim coisa que eu ia apanhar na vida pra descobrir”.

Dantas também comenta sobre o quanto vivenciar o Espectros é marcante: “Em se tratando de Espectros, não dá pra separar muito – torcida, família, jogadores, tudo é muito interligado. A gente sempre é apoiado por muita gente; a gente sabe os sacrifícios que as pessoas fazem para colocar esse time em chance de ser campeão todo ano“, explica.

Confira esta entrevista especial em nosso YouTube com um dos grandes do FABR, Rodrigo Dantas

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAgenda FABR – 07 e 08 de Dezembro
Próximo artigoPlacar FABR – 07 e 08 de Dezembro
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here