Brasil Bowl X – o confronto rubro-negro que todos esperavam

0
784

Chegou o momento do ápice do futebol americano nacional no ano – o Brasil Bowl. Nos trezentos e sessenta e cinco dias de 2019, os fãs do esporte puderam acompanhar grandes jogos pelos campeonatos estaduais e também pelos torneios regionais, mas é na Liga BFA que os times investem todo seu arsenal para conquistar o Brasil.

Neste ano, a grande final do campeonato brasileiro tem um número especial: será a décima edição, algo que pode ser comemorado e muito, afinal vivemos a realidade de um esporte amador que depende do esforço de um conjunto de pessoas para que ele aconteça.

A cereja do bolo nesta edição, é o fato da partida ser transmitida ao vivo pelo canal que mais impacta no crescimento do futebol americano em terras tupiniquins: a ESPN.

Equipes

O grande jogo da final será um confronto inédito, que há muito tempo era esperado e que naturalmente um dia aconteceria. Timbó Rex e João Pessoa Espectros farão um duelo entre gigantes na cidade de Blumenau/SC, palco da decisão.

O caminho das duas equipes não foi fácil: ambas tiveram uma derrota na temporada regular, o que de alguma forma serviu para fortalecer ainda mais os dois elencos. No caso do Timbó Rex, o revés veio na primeira partida contra o Black Hawks, mas depois os catarinenses engrenaram oito vitórias seguidas e chegam à final com força total.

Com o João Pessoa Espectros, foi ao contrário: a derrota veio na última partida da temporada regular contra o Recife Mariners, o que foi essencial para os paraibanos jogarem os playoffs com muito mais intensidade e darem o troco nos pernambucanos na final de conferência.

Confira a campanha completa dos dois times:

João Pessoa Espectros

Data Mandante Resultado Visitante
01/12/2019 João Pessoa Espectros  20 – 07  Galo FA
02/11/2019 Recife Mariners  12 – 26  João Pessoa Espectros
13/10/2019 João Pessoa Espectros  10 – 07  Ceará Caçadores
29/09/2019 Recife Mariners  35 – 19  João Pessoa Espectros
15/09/2019 João Pessoa Espectros  65 – 07  Bulls Potiguares
01/09/2019 João Pessoa Espectros  52 – 21  Ceará Caçadores
25/08/2019 Santa Cruz Pirates  00 – 52  João Pessoa Espectros
03/08/2019 Cavalaria 2 de Julho  00 – 30  João Pessoa Espectros
30/06/2019 João Pessoa Espectros  58 – 13  Santa Cruz Pirates

Timbó Rex

Data Mandante Resultado Visitante
30/11/2019 Timbó Rex  31 – 06  Tubarões do Cerrado
16/11/2019 Timbó Rex  48 – 28  Santa Maria Soldiers
03/11/2019 Timbó Rex  26 – 07  Paraná HP
13/10/2019 Paraná HP  13 – 37  Timbó Rex
28/09/2019 Santa Maria Soldiers  21 – 28  Timbó Rex
15/09/2019 Timbó Rex  11 – 03  São José Istepôs
01/09/2019 Timbó Rex  19 – 14  Coritiba Crocodiles
03/08/2019 Timbó Rex  50 – 00  Jaraguá Breakers
21/07/2019 Black Hawks  10 – 06  Timbó Rex


Tricampeonato

A torcida do Rex abriu um bandeirão em Timbó para intimidar o adversário na semifinal contra o Tubarões do Cerrado.
Foto: Richard Ferrari

O Timbó Rex terá a chance de ser a primeira equipe na história a conquistar o tricampeonato nacional. Os timboenses foram campeões em 2015 pelo Torneio Touchdown e 2016 pela Superliga Nacional.

Considerado por muitos o time mais estruturado do Brasil, desde 2012 faz campanhas sólidas e sempre alcança os playoffs nos torneios que disputa. Nos últimos oito anos, são diversos títulos conquistados e a tendência é que os catarinenses fiquem no topo por algum tempo.

Para esta final, além da sua força técnica, o Rex contará com o apoio de sua torcida que promete lotar o Estádio do SESI em Blumenau. O treinador assistente, Lener Fernandes, sabe desta vantagem e lembrou a semifinal: “Jogar em casa tem a vantagem de uma casa cheia a nosso favor. No jogo passado, aquele bandeirão do Vale da Morte foi sensacional e impulsionou a equipe para fazer grandes drives.”

Lener aproveitou para elogiar o adversário e lembrar a resiliência de sua equipe, uma das grandes características do time: “O Espectros não é decacampeão do Nordeste à toa. Não tem seis finais nacionais e três seguidas à toa. É um time casca grossa, experiente, ágil e forte. Já o Rex é um time que se reinventa a cada treino a cada reunião. Acredito que já passamos por todos os possíveis cenários durante a BFA e isso nos fortaleceu pra chegarmos aqui mais resilientes do que nunca.”

Mais uma final

Jonatha Carvalho comemora touchdown na BFA 2019.
Foto: Anderson Silva

O João Pessoa Espectros empatou com o Coritiba Crocodiles em número de aparições no Brasil Bowl. Os paranaenses estiveram presentes nas seis primeiras edições e os paraibanos jogarão pela sexta vez a final nacional, a terceira consecutiva. Para chegarem ao bicampeonato, terão que vencer dois adversários: o Timbó Rex e a logística da viagem.

Os catarinenses terão que ser vencidos dentro do campo, já a viagem parece que não será um adversário a altura graças ao trabalho da diretoria. Segundo o presidente Diego Martins, o time terá tempo para descansar antes do confronto: “Estamos tentando fazer de tudo para que isso não seja um fator, agilizando tudo que podemos controlar para tentar chegar em Blumenau com tempo suficiente para que os jogadores descansem e consigam se recuperar o suficiente da viagem.”

A exemplo dos timboenses, a torcida do Espectros também é fiel a equipe. Mesmo em jogos fora de casa e com bastante distância, sempre é possível ouvir os adeptos paraibanos cantando nos estádios. “Nossa torcida sempre é um fator, além de todo barulho e jeito de torcer, a nossa ligação com o torcedor é especial, eles realmente se transformam em um jogador a mais dentro de campo e com certeza teremos uma parte da torcida fantasma em Blumenau.” conta Diego Martins.

Apesar de cinco aparições no Brasil Bowl, o Espectros só venceu uma delas: no ano de 2015, em casa, contra o Crocodiles. Existe uma certa pressão nos jogadores em não deixar mais uma oportunidade escapar e Diego sabe que cada detalhe é importante, portanto faz questão de focar no fato de sempre chegar à final: “Não creio em pressão, acho que mais uma cobrança deles mesmo em vencer mais um título, chegar na final em um esporte como o nosso não é uma coisa fácil, e no Brasil Bowl, detalhes separam muitas coisas. Passamos muito perto de vencer em várias ocasiões, portanto, não acho que seja demérito chegar em tantas finais mesmo não vencendo, obviamente, acreditamos que estamos em uma boa condição de brigar para mais um título esse ano, faremos de tudo para trazer esse título para Paraíba.”

Números

Ambos os times tem a mesma campanha com oito vitórias e uma derrota, sendo três dos triunfos, nos playoffs. O Timbó Rex teve pela frente uma conferência mais técnica e com defesas mais fortes, marcou menos pontos, 252, enquanto o ataque fantasma anotou 332.

Já no quesito defesa, Rex e Espectros sofreram exatamente o mesmo número de pontos: 102. E foi na semifinal que estas unidades mostraram sua força, levaram apenas um touchdown de seus poderosos adversários – Tubarões de Cerrado, o melhor ataque da temporada regular, e Galo FA, o melhor ataque dos playoffs.

Principais pontuadores 

T-Rex

WR #4 Guilherme Meurer – 48 pontos – 8 TD’s
K #8 Diego Boddenberg – 39 pontos – 7 FG’s / 18 XP’s
RB #23 Clair José – 36 pontos – 6 TD’s
WR #6 Ian Alves – 24 pontos – 4 TD’s
FB #40 Bruno Francisconi – 18 pontos – 3 TD’s

João Pessoa Espectros

WR #33 Heron Azevedo – 72 pontos – 12 TD’s
QB #10 Alex Niznak – 48 pontos – 8 TD’s
K #3 Diego Aranha – 47 pontos – 6 FG’s / 29 XP’s
RB #20 Jonatha Cavalho – 38 pontos – 6 TD / 1 CON.
FS #34 Callus Cox – 30 pontos – 5 TD’s

Histórico do Brasil Bowl

Com sua primeira edição em 2010, o Brasil Bowl já passou por sete estados e Santa Catarina será o oitavo a receber o evento. Confira todos resultados e equipes participantes nas outras edições:

Brasil Bowl I

49 – 21
Estádio Hermínio Espósito – Embu das Artes/SP

Arsenal x Crocodiles

Brasil Bowl II

07 – 14
Estádio Couto Pereira – Curitiba/PR

Crocodiles x Imperadores 

Brasil Bowl III

31 – 23
Cuiabá/MT

Arsenal x Crocodiles

Brasil Bowl IV

13 – 24

Espectros x Crocodiles

Brasil Bowl V

23 – 17
Estádio Couto Pereira – Curitiba/PR

Crocodiles x Espectros

Brasil Bowl VI

23 – 22
Almeidão – João Pessoa/PB

Espectros x Crocodiles

Brasil Bowl VII

24 – 36
Rua Bariri – Rio de Janeiro/RJ

Flamengo x Timbó Rex

Brasil Bowl VIII

30 – 13
Arena Independência – Belo Horizonte/MG

Cruzeiro x Espectros

Brasil Bowl IX

13 – 17
Almeidão – João Pessoa/PB

Espectros x Galo


Vídeos

Compacto da grande virada do Timbó Rex pra cima do Flamengo em 2016.

Teve virada também em 2015, no único título nacional do João Pessoa Espectros.

Hangout com o presidente da Liga BFA, Marcelo Bruno, o head coach do T-Rex, Breno Takahashi e o presidente do João Pessoa Espectros, Diego Martins.

O Estádio do SESI em Blumenau, será o palco do Brasil Bowl X e este ano ano já recebeu o SC Bowl XIV, confira o compacto da partida entre Rex e Istepôs.

Serviço

Timbó Rex x João Pessoa Espectros
Sábado, 14 de Dezembro às 15h
Local: Estádio do SESI – Blumenau/SC
Ingressos: R$20 antecipado e R$30 no local
Link para compra: https://gorex.lojaintegrada.com.br/ingresso-t-rex-espectros-final-nacional-15-horas-14-dezembro-sesi-blumenau-sc

>>> Tabela completa da BFA 2019 <<<

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here