Tubarões vence batalha emocionante com show de Jordan Moore

0
367
O quarterback americano anotou três touchdowns corridos para garantir a vitória. Foto: Rickson Tupy

No primeiro confronto entre brasilienses e mato-grossenses na BFA 2019, Tubarões do Cerrado e Sorriso Hornets se encontraram em uma reedição da final da Conferência de 2018. No jogo mais equilibrado do sábado, os candangos vencerem o jogo por uma posse de bola, chegando a mais uma final do Centro-Oeste.

O jogo

Os donos da casa abriram o placar no primeiro quarto com corrida de 12 jardas pela esquerda do running back Gabriel Cavalo. Fialho, um dos melhores kickers da Liga, acabou errando o chute – 6 a 0.

Mas logo na sequência, no kickoff do touchdown, o americano Terrence Bailey atravessou o campo e chegou a endzone inversa no primeiro touchdown. O kicker matogrossense desempatou o jogo – 7 a 6, Sorriso Hornets.

Ainda no primeiro quarto, desta vez os Tubarões não conseguiu avançar e foi para o chute de devolução. No retorno, novamente Terrence não foi parado pelo time de especialistas, marcando seu segundo touchdown de retorno. Novo acerto no chute visitante e 14 a 6 no placar.

No segundo quarto, os donos da casa conseguiram mover as correntes e voltaram a redzone. Em uma jogada terrestre, o quarterback Jordan Moore anotou correndo o segundo touchdown do time. 14 a 13 depois do chute certeiro de Fialho.

Ao fim do primeiro tempo, o Tubarões arriscou um quarta decida no meio do campo. Pressionado, Jordan saiu do pocket, encontrou espaço e correu em direção a endzone, mas foi derrubado na linha de 2 jardas. Mesmo com o avanço, os brasilienses não tiveram tempo pra aproveitar o first down.

Na terceiro quarto, as defesas foram mais dominantes forçando punt para todos os lados e mantendo o placar intacto, reservando a emoção para o último período.

E assim, nos 12 minutos regulamentares finais, em uma campanha com as costas na parede, novamente Jordan escapou pelo meio da defesa e cruzou o campo até o outro lado, virando o placar. Fialho acertou mais um chute – 20 a 14, Tubarões.

Sem seu quarterback, que se contundiu no primeiro tempo, o Hornets colocou o americano Terrence na posição, e ele correspondeu. Depois de uma big play bem sucedida, o mesmo anotou outro touchdown em uma corrida lateral. Ponto-extra bloqueado e placar empatado.

Quem definiu o resultado final foi Jordan, que em um corrida pelo meio, atropelando a defesa adversária até chegar a endzone. Fialho acertou mais um chute, para colocar o Tubarões definitivamente à frente do placar: 27 a 20.

O Sorriso Hornets ainda teve tempo para empatar o jogo, chegando a poucas jardas do end zone, mas não conseguiu administrar o relógio e ficou sem a vitória.

O que vem por aí

Com a vitória, o Tubarões do Cerrado chega em sua terceira final de conferência seguida. O adversário desta vez será o histórico rival regional Cuiabá Arsenal.

O último confronto entre as duas equipes foi na abertura da BFA 2018, com vitória dos brasilienses por 62 a 06, em um momento de reestruturação do Arsenal.

Já em playoffs, o último confronto foi a final do Centro-Oeste em 2017, com o título dos mato-grossenses, em casa por 19 a 10.

> Confira o panorama dos playoffs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here