Na final da Conferência Sul, Rex espera manter tabu contra equipes gaúchas

1
264
T-Rex e Soldiers sempre fazem partidas bastante disputadas Foto: Assessoria de Comunicação T-Rex Sports Academy | @rex4life

A final da Conferência Sul será disputada entre as duas melhores equipes da temporada regular e com um tabu em jogo: o Soldiers jamais ganhou do Timbó Rex. Na verdade, nunca nenhuma equipe do Rio Grande do Sul conseguiu vencer os catarinenses, nem mesmo na época do Timbó Rhinos.

A BFA Elite já viu este embate em 2019 e os timboenses venceram os santa-marienses fora de casa no tempo extra. Desta vez, a partida será em Santa Catarina e tem tudo para ser um dos jogos mais épicos do ano.

Time completo

Douglas Rodrigues (#15) é o quarterback que comanda o ataque gaúcho.  Foto: Twitter Soldiers

No primeiro jogo entre as duas equipes, o líder do ataque gaúcho, o quarterback Douglas Rodrigues, sofreu uma concussão e teve que sair da partida no começo do primeiro quarto. Mesmo assim o Soldiers abriu uma vantagem de 21 a 00 sobre o Rex e parecia que o tabu iria acabar, mas o Rex foi resiliente conseguiu empatar o placar, levou a partida para overtime e venceu.

A grande esperança do Soldiers para este jogo está exatamente no plano de jogo que pode ser executado com o seu principal jogador em campo: “Temos um estilo muito diferente de jogo dependendo do quarterback. O Douglas possibilita um jogo mais inteligente baseado em um forte índice de passes completos.” afirmou o head coach Gustavo Petter.

Apesar de estarem na mesma conferência, a viagem entre Santa Maria e Indaial (local da partida) é de aproximadamente 12 horas. Nesta temporada já tivemos o exemplo da Portuguesa que viajou e jogou sem descansar em duas ocasiões, o que acabou prejudicando o desempenho da equipe, principalmente nos playoffs contra o Vasco.

Para evitar que o desgaste físico atrapalhe na atuação da equipe, a equipe planejou a chegada com antecedência e pernoite no local conforme informado por Petter: “Teremos o pernoite próximo ao local do jogo para amenizar a influência física da viagem. Jogaremos com o nível mais intenso que pudermos, como sempre”.

Camisa Pesa

Sob o comando de Amadeo Salvador, o T-Rex foi bicampeão brasileiro e tricampeão catarinense em 2016.
Foto: Jayson Braga

A última vez que o Timbó Rex perdeu uma final foi há cinco anos, no jogo contra o Vasco com um field goal no último lance da partida. De lá para cá, o Rex venceu todas as finais que jogou, e não foram poucas: 01 Torneio Touchdown, 01 Brasil Bowl, 05 SC Bowls e 02 finais de conferência.

Em 2016, os timboenses perderam a primeira partida da temporada regular na Superliga e aprenderam com a derrota. Após o tropeço, o Rex venceu todas as partidas e foi o campeão brasileiro do primeiro campeonato após a unificação de Torneio Touchdown e CBFA.

Neste ano, o enredo até o momento, foi desenhado da mesma maneira. A equipe perdeu a primeira partida para o Black Hawks, se recuperou e venceu todas as outras até chegar na final da Conferência Sul. Mesmo com as similaridades, o assistant coach Lener Fernandes, evita comparações: “Em 2016 o Rex foi campeão. Em 2019 a gente não sabe quem vai ser.
Falando na história do FA, não tem como não comparar. Eu entendo, até comparo, sozinho, falando com a minha digníssima, mas quando vou estudar adversário, levar drills, buscar uma palavra pros atletas, nada disso importa. Playoffs não tem tempo pra comparar. Só treinar, treinar e depois treinar mais um pouco.”

Perguntado sobre o que ficou de aprendizagem na primeira partida, onde o Rex teve que se reinventar para ganhar do Soldiers, Lener foi direto ao ponto: “A lição é que a gente precisava ganhar o jogo e conseguimos. Precisávamos ter a home field advantage e conseguimos com a combinação de resultados.”

A evolução do Rex foi uma das mais nítidas desde o início da BFA, já é algo que estamos acostumados a ver na equipe de Timbó nos últimos anos, e a velocidade que ela acontece foi enfatizada por Lener: “O time se transforma a cada dia. A equipe que entrou no ônibus pra jogar contra o Soldiers, já era outra quando entrou em campo, se transformou durante a partida e terminou o jogo sendo outra completamente diferente. A cada partida percebemos a evolução dos atletas e da comissão técnica.

No final, o Timbó Rex segue sendo a equipe a ser batida, são raras as vezes que os timboenses entram em campo não sendo considerados os favoritos e não será diferente desta vez, levando em consideração que nas quatro vezes que os dois times se enfrentaram, os gaúchos nunca ganharam.

Compacto da partida na temporada regular

Serviço

Timbó Rex x Santa Maria Soldiers
Data e Horário: Sábado, 16 de novembro às 14h
Local: Parque Jorge Hardt – Indaial/SC
Ingressos: Valores ainda não divulgados

>>>Confira a tabela completa da Conferência Sul<<<

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here