Predadores abatem Templários com placar histórico na BFA

2
680
Predadores (esq.) aplicou o maior placar da história da BFA. Foto: Wesley Mattos

O Campo Grande Predadores conseguiu uma vitória histórica contra o Brasília Templários. Além do triunfo ainda deixar a equipe viva na luta por uma vaga nos playoffs da Liga BFA 2019, o placar de 100 a 0 contra os candangos também foi o maior já aplicado por qualquer equipe em três anos deste formato de competição nacional.

O maior placar de uma competição nacional até agora também aconteceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, mas foi na vitória do Corinthians Steamrollers em cima do rival do Predadores, o Campo Grande Gravediggers.

O jogo

O jogo de placar histórico na BFA começou com um safety a favor do time da casa. No primeiro quarto foi o período com a maior concentração de pontos. João Breno, quarterback, fez o primeiro touchdown, correndo, com ponto -extra de Gustavo Baioni (kicker e wide-receiver) – 9 a 0 no placar.

João, agora no jogo aéreo, conectou com o running back Gabriel Fernandes para ampliar (sem ponto-extra). Os donos da casa conseguiram mais um safety na sequência – 17 a 0.

O quarterback sul-matogrossense conectou mais uma vez, agora com o wide-receiver Aristides, que fez o seu. Baioni voltou a acertar o chute e fez o ponto-extra. Baioni, como wide-receiver, também recebeu de João, e ainda acertou mais um chute – 31 a 0 Predadores.

O placar do primeiro quarto foi completado com uma recuperação de fumble da defesa anfitriã, que marcou mais um touchdown com o linebacker Douglas Barbosa (sem ponto-extra).

Com 37 a 0 no placar, o segundo quarto continuou com o show do time da casa. O cornerback Alan Costa interceptou o quarterback visitante e levou até a endzone para ampliar (sem ponto-extra – 43 a 0 no placar).

Voltando a marcar com o ataque, o quarterback João fez mais quatro antes do intervalo – passando para Mateus Ilário, Baioni e Pedro Freire, além de correr para mais um. O Predadores desperdiçou duas pontuações-extras, mas converteu duas tentativas de dois pontos com Vinícius Alexandre e número Daniel Albuquerque – 71 a 0 no placar.

No terceiro quarto, o Predadores continuou: João passou para Pedro Henrique fazer mais um, além da conversão de dois pontos para Jorge Luiz (79 a 0) A defesa voltou a marcar com nova recuperação de fumble e touchdown, agora do defensive tackle Danilo de Oliveira (85 a 0).

João ainda correu para mais um touchdown e também passou para mais uma conversão de dois pontos, com Daniel Albuquerque (93 a 0). O último touchdown foi mais uma pick-six, de Daniel Albuquerque, e Baioni fechou o 100 a zero histórico com mais um chute certeiro.

O que vem por aí?

Com a vitória, o Predadores mantém as chances de classificação para os playoffs – o time terá que vencer seus dois compromissos no Distrito Federal, contra o próprio Templários e contra o concorrente da vaga, o Leões de Judá. Além disso, o Predadores terá que torcer para o Tubarões contra o Leões.

Já o Brasília Templários, para não cair para a BFA Acesso, terá que derrotar o Predadores em casa – assim, a queda ficará para o Sinop Coyotes.

> Confira mais sobre a Conferência Centro-Oeste da Liga BFA 2019

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLocomotiva vira no final, vence por um ponto e complica Storm
Próximo artigoFlamengo acelera no segundo tempo, vence e desespera Oilers
Avatar
Editor-chefe do Salão Oval, maior plataforma de mídias destinada ao FABR, Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League (Campeonato Inglês de Futebol). Realizei coberturas nacionais pelas cinco regiões do Brasil e também nos EUA (Mundial de Ohio) e Perú (1º Torneio Guerrero de Los Andes), sempre acompanhando o futebol americano nacional de perto. Narrador e comentarista para o futebol americano nacional em diversas ocasiões (BandSports, Fox Sports e Globo Esporte.com), fui também jogador da Lusa Lions (flag 2008) e do Corinthians Steamrollers (2009 a 2012).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here